10/02/2009


Mais um flagrante

em estrada de Goiás

Outro tamanduá mirim entre

Piracanjuba e Caldas Novas



Gravei este vídeo na estrada que liga o município de Piracanjuba ao município de Caldas Novas, em Goiás. Recentemente o blog publicou fotos de outro mirim atropelado na mesma estrada. Ainda é comum encontrar em algumas estradas cenas como estas em que animais são atropelados. Normalmente eles saem em busca de comida ao final da tarde e início da noite ou pela manhã. De hábitos noturnos, correm risco de vida também durante toda a noite já que pelas estradas passam veículos 24 horas por dia. No vídeo dá para ver a velocidade em que passam os carros de passeio e caminhões. E são nos locais que os automóveis atingem maior velocidade que é mais comum serem atropelados os animais do cerrado porque normalmente são corredores ecológicos naturais. Lugares onde há água, córregos, matas. Na migração em busca de comida para sobrevivência os chamados "bichos" do cerrado são eliminados pelo "bicho" homem e suas "máquinas voadoras".



Tamanduá mirim

vivo no Pantanal



Encontrei esse vídeo de AndreGiovanniCoelho que mostra um tamanduá mirim no Pantanal da Nhecolândia. Serve como comparação. Diferentemente de ser atropelado, o animal do video foi filmado e admirado por dois jovens e depois pode ir embora para seu habitat natural. Pensar que há algumas décadas esse tamanduá dificilmente conseguiria escapar. Se não fosse capturado ou morto com tiro, seria pelo menos perseguido. Pelo menos a conscientização ambiental de muitos é outra e o espírito caçador do homem que habitou as cavernas e construiu as cidades se eleva embevecido diante de um animal. Observe que o jovem diz no vídeo em um certo momento em que filma: "estou todo arrepiado".

.

.

.

.

.

.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário