28/04/2010

INDÚSTRIA QUÍMICA DO ESTADO DE GOIÁS
.
Educação Ambiental
.
na indústria Iquego


No dia 29 de abril foi realizada palestra de educação ambiental da Gerência de Educação Ambiental da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos na Indústria Química do Estado de Goiás - Iquego.

Apresentado o trabalho da Semarh com foco principal na Educação Ambiental realizada pelo órgão em Goiânia e Goiás a partir da solicitação por ofício.

Servidores da Iquego durante a palestra de meio ambiente. Bioma cerrado, Brasil, mundo e universo: tudo está interligado quando se pensa em meio ambiente. E o homem tem papel importante na redução do impacto ambiental.

A importância de preservação do meio ambiente em que vivemos para equilíbrio do planeta com práticas começando em casa como a seleção dos recicláveis para diminuir o lixo destinado ao aterro sanitário, melhor aproveitamento da água e importância da preservação do verde para a manutenção de ciclo hidrológico e de um bom clima, entre outos assuntos importantes.

Texto publicado no site da Iquego

27/04/2010

Colaboradores da indústria têm
palestra sobre meio ambiente


Os colaboradores da parte industrial da Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego) participam amanhã, dia 28 de abril, às 14h30, de uma palestra com temática ambiental.


A iniciativa é do Departamento Médico da estatal, que, por meio de pesquisa realizada entre os empregados, apurou quais assuntos os funcionários da Iquego apontaram como prioridades para serem abordados ao longo do primeiro semestre.

A palestra será ministrada pelo educador ambiental da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), Wagner Oliveira

Nesta palestra, serão abordados temas como aquecimento global e suas conseqüências para o Planeta Terra, a questão da produção de lixo e como reduzir, reutilizar e reaproveitar materiais, as interferências nocivas que o homem realiza em relação à natureza, como a poluição, o desmatamento, o consumo excessivo de bens supérfluos, o desperdício, entre outras.

Cerrado

Segundo Wagner, parte da palestra será destinada à questão da destruição do Cerrado. “Como vivemos no bioma Cerrado e com ele temos uma relação direta desde crianças, é necessário abrirmos um espaço para discutirmos a situação do Cerrado, que está altamente ameaçado de extinção em áreas não-protegidas nos próximos 50 anos”, observa.

A palestra de amanhã é a terceira realizada neste ano, com temas escolhidos pelos próprios colaboradores. A primeira, em janeiro, tratou da questão da segurança do trabalho.

A realizada em março foi sobre a reforma ortográfica da Língua Portuguesa.e a próxima, prevista para maio, deverá abordar a saúde do trabalhador. (Adalberto Araújo)
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário