28/11/2010

Botânico é pioneiro na
.
preservação do Cerrado
.
Doutor Heleno Dias Ferreira é um dos pioneiros na preservação do Cerrado. Professor da Universidade Federal de Goiás – UFG, ele ministrou inúmeras aulas levando seus alunos para conhecer o Cerrado e testemunhar a transformação que ocorria a partir da década de 70. Surgiram ONGs e o professor identificava espécies mostrando o potencial florístico, medicinal e ornamental do bioma. Foi um dos entrevistados da Revista Cerrado já em 1994. No 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado realizado de 17 a 19 de novembro em Goiânia Heleno Dias foi homenageado. Confira entrevista abaixo.
.

EAemGoiás - O sr. é um dos pioneiros na defesa do Cerrado. Se não fosse o trabalho que começou na década de 70 não teríamos nem o que temos hoje de Cerrado preservado.

Heleno Dias - Estaria bem pior. No início da destruição do Cerrado, na década de 70, eu estava entrando na Universidade Federal de Goiás e não tinha noção sobre isso. Junto com professores começamos a ter ideias e, a partir daí, criou-se uma das primeiras Ongs em defesa do Cerrado chamada Soderna – Sociedade de Defesa dos Recursos Naturais. Foram desenvolvidos trabalhos em vários sentidos como contra agrotóxicos, destruição das matas ciliares, ocupação da Ilha do Bananal com gado. E ampliamos nossas lutas em defesa das baleias, dos gorilas da montanha e outros assuntos. Mas focamos principalmente nossa luta contra a destruição do cerrado.

EAemGoiás - O Sr. recorda uma das vitórias?

Heleno Dias - Um fato grave que acontecia muito e diminuiu bastante é que no sudoeste do Estado de Goiás lavava-se vasilhames de agrotóxico nas águas das nascentes do Rio Araguaia e abandonavam esses vasilhames nas estradas. Desde 1984 eu levava alunos ao Parque Nacional das Emas e víamos o que estava acontecendo. Começamos então a fazer esse processo de alerta, de denúncia, até que foi mudando para melhor. Só que a velocidade de destruição é maior do que nossa capacidade de organização, defesa, luta e pesquisa científica.


Clique na Revista para ler ampliada

EAemGoiás - Anos depois produzimos a Revista Cerrado e vídeo que contribuiram na denúncia da destruição do Cerrado.

Heleno Dias - A revista Cerrado surgiu por meio de um trabalho no Parque Nacional das Emas. Ela foi importante porque até hoje ela é utilizada pelos guias. A revista foi um sucesso.


EAemGoiás - Hoje temos internet que não havia na época e temos o blog Educação Ambiental em Goiás que recebeu certificado de sustentabilidade recentemente do prêmio TOP100 - Top blog. Qual a avaliação do Sr. sobre o blog?

Heleno Dias - Ele é ótimo. A divulgação hoje é mais fácil. Não fica restrito a Goiás, está aberto para todo o mundo, acesso bem democrático. O vídeo que fizemos sobre o Parque Nacional das Emas está no YouTube e o link pode ser acessado no blog. Mostra a queimada, a ema atropelada na estrada próximo à entrada do Parque das Emas. Mostra o problema de o Parque das Emas estar isolado como uma ilha cercada de lavouras e rodovias por todos os lados. Problemas sérios mostrados no vídeo produzido em 1994. O blog Educação Ambiental em Goiás é muito importante. E tão importante também foi a revista Cerrado que até ganhou prêmio da Unesco.

Vídeo Parque Nacional das Emas

Produção de 1994 de Wagner Oliveira e Sidney Dutra.

.

.


20/11/2010

.
“Taxas dos municípios ou

.
gestão ambiental carente”

O superintendente do Ibama em Goiás Ary Soares concedeu entrevista a EAemGoiás logo após a abertura do 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado. Ele fala da contribuição do evento, de Sisnama, defende a distribuição aos municípios de algumas taxas (federais e estaduais) que financiam a gestão ambiental e também fez comentário sobre a importância do blog Educação Ambiental em Goiás. Confira abaixo.


EAemGoiás - Qual a contribuição de 16 anos de Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado - SABC?

Ary Soares - Primeiro uma sensibilização já consolidada com a sociedade, especialmente a goiana, que sedia a Sociedade Ambientalista Brasileira no Cerrado. Isto tem feito com que o debate ambiental tenha sido mais facilitado. Quando falo em democratização da gestão ambiental a sociedade ambientalista tem muito a ver com isso. Ela se abriu ao longo desses 16 anos, especialmente ao longo de suas últimas edições, tem propiciado um debate muito rico sobre o Sistema Nacional do Meio Ambiente - Sisnama. Porque não vamos conseguir ter uma gestão equilibrada se ela não for socializada, democratizada entre todos os entes que compõe esse sistema. O papel que o simpósio tem desenvolvido ao longo dessas 16 edições tem sido fundamental para a consolidação do processo de gestão ambiental no Estado.

EAemGoiás - O que falta hoje para o Sisnama ser colocado em prática?

Ary Soares - Um dos grandes problemas é a legislação que o regula não ter sido definida. A Constituição Federal nos traz em termos gerais que a questão ambiental é obrigação comum entre Municípios, Estados, Governo Federal e o Distrito Federal. Falta, entretanto, discernir melhor qual é o papel de cada um nessa gestão. Então tivemos muitos problemas com licenciamento e ainda temos muitos problemas na fiscalização. Quem é que fiscaliza primeiro? Quem é que fiscaliza no caráter da supletividade? Isto não é claro dentro da Constituição Federal até porque falta regulamentação do Artigo 23. Mas acredito que esse debate no Estado de Goiás tem propiciado que os municípios estejam gradativamente assumindo seu papel. Um grande desafio que temos de contornar é o financiamento dessa gestão. Hoje, temos algumas taxas que financiam a gestão ambiental, seja no nível do governo estadual ou federal, que podem e devem perfeitamente ser distribuídas aos municípios. Se você não tem financiamento sempre terá uma gestão ambiental carente não só de recursos financeiros, mas também de recursos materiais e de recursos humanos.

[Constituição Federal:

Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios:

VI - proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de suas formas;

VII - preservar as florestas, a fauna e a flora;

VIII - fomentar a produção agropecuária e organizar o abastecimento alimentar;

Parágrafo único. Leis complementares fixarão normas para a cooperação entre a União e os Estados, o Distrito Federal e os Municípios, tendo em vista o equilíbrio do desenvolvimento e do bem-estar em âmbito nacional. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº53, de 2006)]



EDUCAÇÃO AMBIENTAL EM GOIÁS

"Contribuição muito rica”

"O blog Educação Ambiental em Goiás tem sido de uma contribuição muito rica"

EAemGoiás - Qual avaliação o senhor faz do blog Educação Ambiental em Goiás?

Ary Soares - Entre tantos elementos que temos de contribuição estão os blogs. A internet mostrou na última eleição que ela tem um papel importantíssimo, hoje, junto à sociedade. E o blog Educação Ambiental em Goiás tem sido de uma contribuição muito rica. Ele nos traz informações do cotidiano de tudo aquilo que está acontecendo de pró-ativo na gestão ambiental. Fala de educação mas, na verdade, trata de todo o sistema ambiental no Estado de Goiás. Quando queremos saber de alguma novidade que esteja sendo disseminada na área da gestão ambiental vamos ao blog Educação Ambiental em Goiás. Lá temos as últimas informações boas ou ruins que precisam de uma atenção especial. Meus parabéns e fico muito feliz.

EAemGoiás - Estamos dando continuidade a um trabalho que começou com a Revista Cerrado e inclusive na época o senhor era diretor do Parque Nacional das Emas.

Ary Soares - Eu me sinto honrado de estar persistindo nesse caminho. Lembro muito bem o que antecedeu o blog Educação Ambiental em Goiás foi uma revista que foi em parte financiada com recursos que eram oriundos do Fundo Nacional do Meio Ambiente e que eram para ações de educação ambiental no Parque Nacional das Emas. Nós, de forma muito orgulhosa, contribuímos com a edição de uma revista que foi sucesso nacional. Até hoje é uma referência incluso bibliográfica para todos aqueles que pretendem estudar sobre o cerrado. Sempre que sou procurado para fazer alguma sugestão de estudos, oriento que inicialmente leiam a revista Cerrado. Os assuntos que estão ali abordados estão até hoje atualíssimos. Haja vista que tivemos no 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado homenagem ao professor Heleno Dias Ferreira que já era entrevistado na edição da revista em 1994. Então mostra que é uma revista atualizada e que contribuiu para o processo de educação ambiental no Estado de Goiás.

O que é Sisnama

Informações abaixo são da página do Ministério do Meio Ambiente

SISNAMA - Sistema Nacional do Meio Ambiente

O Sistema Nacional do Meio Ambiente - SISNAMA, foi instituído pela Lei 6.938, de 31 de agosto de 1981, regulamentada pelo Decreto 99.274, de 06 de junho de 1990, sendo constituído pelos órgãos e entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal, dos Municípios e pelas Fundações instituídas pelo Poder Público, responsáveis pela proteção e melhoria da qualidade ambiental, e tem a seguinte estrutura:

  • Órgão Superior: O Conselho de Governo
  • Órgão Consultivo e Deliberativo: O Conselho Nacional do Meio Ambiente - CONAMA
  • Órgão Central: O Ministério do Meio Ambientel - MMA
  • Órgão Executor: O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA
  • Órgãos Seccionais: os órgãos ou entidades estaduais responsáveis pela execução de programas, projetos e pelo controle e fiscalização de atividades capazes de provocar a degradação ambiental;
  • Órgãos Locais: os órgãos ou entidades municipais, responsáveis pelo controle e fiscalização dessas atividades, nas suas respectivas jurisdições;

A atuação do SISNAMA se dará mediante articulação coordenada dos Órgãos e entidades que o constituem, observado o acesso da opinião pública às informações relativas as agressões ao meio ambiente e às ações de proteção ambiental, na forma estabelecida pelo CONAMA.

Cabe aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios a regionalização das medidas emanadas do SISNAMA, elaborando normas e padrões supletivos e complementares.

Os Órgãos Seccionais prestarão informações sobre os seus planos de ação e programas em execução, consubstanciadas em relatórios anuais, que serão consolidados pelo Ministério do Meio Ambiente, em um relatório anual sobre a situação do meio ambiente no País, a ser publicado e submetido à consideração do CONAMA, em sua segunda reunião do ano subsequente.

.Fonte

.

19/11/2010

Artigo para baixar


Mudanças climáticas e ambientais e doenças infecciosas: cenários e incertezas para o Brasil Baixe AQUI
.
.
.




18/11/2010

16º SABC em 54 FOTOS
.
18 e 19 de novembro de 2010
.
Dia a dia do evento
.

Bárbara Galdino e Cleide Sabino (alunas de gestão ambiental da PUCGoiás) participaram do 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado. Momento durante mesa redonda Código Florestal na Gestão Sustentável do Cerrado realizada no auditório da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás. Necessidade de ações para o cerrado não perder mais espaço com aprovação de novas leis.
.
Dra Flora Cerqueira (Diretora do Departamento de Coordenação do Sisnama no Ministério do Meio Ambiente) Maura Leão e Mayza Toledo
..
Cáritha Faria e Larissa Silva da Amma
...
Nilton Marques é um dos parceiros/representantes do 16º SABC

Yuara Crescencio e Tiago Nogueira

Andressa Goulart e Larissa Rocha são alunas de Saneamento Ambiental do Instituto Federal de Goiás - IFG
.

Trabalho em argila de Antônio Fernandes que é artista plástico, poeta e sanfoneiro
.

E Antônio Fernandes conquistou amizades com alunas também moldando argila
.

Momento no estande
.

Presença no auditório da Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás
.

Mesa Redonda: Código Florestal na gestão sustentável do Cerrado. Assunto polêmico e que merece ser acompanhado por profissionais e estudantes
.

Estande do Colégio Estadual Pré-Universitário
.

Minicurso Sustentabilidade das Fruteiras do Cerrado
.

Antônio Eustáquio e seus doces deliciosos. Vários de frutos do cerrado
.

Minicurso de Educação Ambiental
.

Estande do Hospital de Medicina Alternativa
.
Viviane Penha (Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Educação) e João Caetano
..
Lílian (Semarh) apresenta mandala confeccionada em aula do minicurso de Educação Ambiental
.

Momento de degustação: delícias com sabores de frutos do cerrado. Trabalho do casal Fátima Bozza e Ruy Bozza.
.

Minicurso de Gerenciamento de Monitoramento de Resíduos Sólidos
.

Estande da Saneago
.

Parte da equipe que trabalhou na realização do 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado
.
.
Quinta-feira, 18 de novembro de 2010
.

Júlia Inês em degustação de vinhos produzidos com uvas cultivadas no cerrado. Já houve quem não acreditou que no cerrado seria possível produzir alimentos. Imagina então há algumas décadas pensar que seria possível produzir uvas, aquelas cultivadas no Sul do país. Isso não só se tornou possível como já temos produção de deliciosos vinhos: vinhos do cerrado do Brasil. Foto em estande na Expo-Cerrado, evento paralelo ao 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado.
.

Keila da Paz e Ângela Ciccone conferindo estandes. Keila é professora da Escola Estadual João Barbosa Reis, em Aparecida de Goiânia, e desenvolve projeto de sustentabilidade do Núcleo de Educação Ambiental da Secretaria de Educação de Goiás em sua escola.
.

Yuara Crescencio da Semarh e Mayza Toledo da Amma conferem credenciamento durante o 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado.
.

Apresentação artística do Centro de Cultura e Tradições - CCT
.

Estande da Amma com distribuição de espécies do cerrado
.

Minicurso Gestão da Arborização Urbana e Rural
.

Minicurso de Educação Ambiental
.
Minicurso Gestão de Bacias Hidrográficas
.

Vários minicursos com salas cheias
.

Estande com produção de artesões de Orizona
.

Estande com artesanatos produzidos a partir de fibras de bananeira
.

Estande da gerência de Educação Ambiental Amma
.

Farid Abreu no estande do Centro de Cultura e Tradições
.

Minicurso de fiscalização pela manhã
.

Minicurso fiscalização a tarde. Todos minicursos foram realizados nos dois períodos
.

Com o fotógrafo João Caetano: belíssimo estande com imagens captadas no Cerrado
.

Minicurso Sustentabilidade de Fruteiras do Cerrado
.

Minicurso Plantas Medicinais do Cerrado
.

Minicurso Licenciamento Ambiental
.

Estande de artesanatos com sementes do Cerrado
.


Quarta-feira, 17 de novembro de 2010
.
Superintendente do Ibama em Goiás Ary Soares dos Santos
.

Clovis José de Almeida (Frutos do Brasil), Roberto Gonçalves Freire (Secretário estadual do Meio Ambiente, Marco Antônio Vezanni (Diretor executivo SABC), Flora Cerqueira (Ministério do Meio Ambiente) saboreando sucos de frutas do cerrado como cagaita, murici e araticum.
.

Pronunciamento do representante do reitor da UFG
.

Botânico Doutor Heleno Dias Ferreira foi homenageado - um pioneiro na luta pela preservação do cerrado
.

Fotógrafo João Caetano expõe seus trabalhos na Expo-Cerrado, evento paralelo ao 16º SABC
.

Pronunciamento do secretário estadual do Meio Ambiente Roberto Gonçalves Freire
.

Superintendente do Ibama em Goiás Ary Soares, promotora Renata, CAO do Meio Ambiente, Ministério Público de Goiás e secretário estadual do meio ambiente Roberto Gonçalves Freire
.

Outro ângulo da mesa na abertura do evento
.

Servindo sucos do cerrado. Uma delícia.
.

.
Suco de araticum estava maravilhoso
.

Mesa na abertura do 16º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado
.

Pronunciamento do secretário estadual do Meio Ambiente Roberto Gonçalves Freire


Veja mais fotos a cada dia. Em breve cobertura do evento em EAemGoiás.

.
PROGRAMAÇÃO


16º Simpósio Ambientalista
.

Brasileiro no Cerrado
.
.
De 17 a 19 de novembro
.
Auditório da Faculdade

.
de Direito da UFG

.
e Área I da PUC Goiás

.
Praça Universitária


Programação:

Dias: 17, 18 e 19 de Novembro de 2010
Goiânia-Goiás


Dia: 17 /11/2010 – Quarta-feira

Abertura solene

Local: Auditório da Faculdade de Direito – UFG – Pça Universitária
Horário: 19h
Apresentação cultural - Orquestra de Violeiros de Goiás - AGEPEL
- Musicista Alba Franco – ITS/PUCGoiás
Homenagens:

Palestras:

.

Tema: SISNAMA e CERRADO: Responsabilidade de Todos
Palestrante: Drª Flora Cerqueira – Diretora do SISNAMA –DSIS – MMA (a confirmar)
Abertura da Expo-cerrado
Local: Área I – PUC Goiás – Setor Universitário
Horário: 21h30min
Dia: 18 /11/ 2010 – Quinta-feira


Minicursos

Local: Área I – PUC Goiás
Horários: 08h às 11:30 - 14h às 17:30

01 - Gestão da Arborização Urbana e Rural

Esp. Mariana Nascimento Siqueira – Gerente de Arborização Urbana - AMMA
Drª. Luciana Domingues Bittencourt Ferreira – Pesquisadora - EMATER-GO

02 – Gestão de Bacias Hidrográficas

Eng. Agron. Henrique Luiz de Araújo Costa -Gerente de Proteção de Mananciais – SANEAGO
M Sc. Karla Maria Silva de Faria -Gerente de Contenção e Recuperação de Erosões e Afins – AMMA.

03 – Gerenciamento de Monitoramento de Resíduos Sólidos

Téc.Celma Alves dos Anjos – Gerente de Resíduos - AMMA
Biol..Pedro Henrique Baima Paiva – Técnico - AMMA
Prof. M Sc.Milton Luiz Pereira – Chefe de DVFCS – AMMA
Geo. Wellington Heberling de Oliveira – Chefe Div. Aterro Sanitário – AMMA


04 – Fiscalização Ambiental

Esp.Patrícia Alencar de Mendonça – Gerente de Programação Fiscal – AMMA
Esp.Isabel Santos de Jesus - Fiscal Ambiental - AMMA
Helen de Fátima Ribeiro – Analista Ambiental – IBAMA/GO

05 – Licenciamento Ambiental

Prof. Esp.Adriano Paixão – Supervisor fiscal – AMMA
M Sc. Márcia Barnabé – Analista SEMARH

06 - Sustentabilidade das fruteiras do cerrado

Eng.Fl. Léo Lince do Carmo – Supervisor de Agroecologia e Meio Ambiente - EMATER-GO
Profª. M Sc. Aparecida de Fátima Bozza – Pesquisadora do ITS/PUCGoiás

07 - Cidades Sustentáveis: a construção de possibilidades nos limites da contradição

Profª. Drª.Karla Emanuela Ribeiro - UFG
Prof. M Sc. Denis Castilho - UFG

08 - Biodiversidade da Fauna do Cerrado

Prof.M Sc. Roberto Malheiros - ITS/PUCGoiás

09 – Agroextrativismo

Drª Andréia Pizaia Ornellas – Consultora Ambiental -SSEMEAR
Clóvis José de Almeida – Sócio proprietário dos Frutos do Brasil/Rede Milka

10 - Educação Ambiental

Sg. Darildo José Leite – Educador Ambiental - BPMAmbiental

11 - Plantas medicinais do Cerrado

Prof.M Sc. João Carlos Mohn - Pesquisador – HMA


Dia: 19 /11/2010 – Sexta-feira

Local: Auditório da Faculdade de Direito UFG
Horário: 8h às 12h
Apresentação Cultural

Mesa Redonda

Tema: Código Florestal na Gestão Sustentável do Cerrado
Palestrantes: - Sen.Marina Silva (a confirmar)
- Nelson Ananias Filho - CNA
Mediador: Prof. M Sc.Marco Antônio Vezzani – Presidente SABC

EVENTOS INTEGRADOS


11º Jovem ABC – Goiânia - 10 e 11 de novembro de 2010

Local: Vila Ambiental – Parque Areião – S. Pedro Ludovico
Horário: 08h às 11h e 14h às 17h

Feira ExpoCerrado –Goiânia – 17, 18 e 19 de novembro de 2010

Local: Área I – PUCGoiás – Setor Universitário
Horário: 08h às 21h

Inscrição




.
.
.