22/03/2011

22 DE MARÇO - DIA DA ÁGUA

Comemorar ou refletir?


A água sempre foi e será importante para a vida na Terra. Foi na água que começou a vida. É com o ciclo hidrológico que a água “se recicla” e a vida se mantém. Mas também é com a água não tratada ou maltratada que o ser humano pode perder sua vida.
.
Níveis importantes de agrotóxicos foram detectados por pesquisa recente em leite materno no Mato Grosso; altos índices de radiação foram medidos na água do mar de Fukushima, no Japão; córregos e rios poluídos levam nossos rejeitos para oceanos e mares repletos de peixes que tanto apreciamos.
.
O ser humano resiste mais tempo sem comida do que sem água e em poucos dias perde a vida sem hidratar o corpo. Milhões de crianças morrem ano a ano depois de contraírem doenças transmitidas pela água.
.
A água na natureza reclama nosso respeito: na escassez a lavoura não vinga, na abundância não possibilita a colheita do grão, na chuva em excesso causa inundações que são agravadas pela impermeabilização da zona rural ou urbana.
.
Há milhões de anos a Terra sofre impactos naturais. Continentes se afastam, colidem, terremotos ocorrem e tsunamis também. Mas o impacto da água e na água quando a população é de quase 7 bilhões de pessoas é significante e até assustador.
.
O Dia da Água merece reflexão sobre a ação humana diante do líquido que possibilita a vida ou pode levá-la ao fim.
.
Números sobre a água no mundo que valem reflexão: 
.
_ É cada vez mais urgente a gestão eficiente da água por causa do impacto do crescimento urbano, industrialização e mudanças climáticas nos recursos hídricos.
.
_ O abastecimento de água não chega a 21,5% das casas brasileiras ou 12,4 milhões de residências (IBGE)
.
_ A poluição crescente das fontes de água de qualidade pode levar ao desabastecimento em 55% municípios do país até 2015 (“Atlas Brasil - Abastecimento Urbano de Água", ANA)
.
_ O Brasil vai ter de investir pelo menos  R$ 22,2 bilhões nos sistemas de captação e coleta de água até 2015 para evitar falta de água em 55% dos municípios ou 3.059. (“Atlas Brasil - Abastecimento Urbano de Água", ANA).
.
_ Redução dos casos de infecção intestinal causada pela falta de água tratada e esgoto no Brasil possibilitaria economia de R$ 745 milhões ao Sistema Único de Saúde (SUS) ao longo dos anos. (Instituto Trata Brasil e Fundação Getúlio Vargas).
.
_ Brasil perde mais de R$ 7 bilhões com desperdício de água anualmente (Estimativa)
.
_ Cerca de 1,2 bilhão de pessoas vivem sem água limpa em todo o mundo.
.
_ 2,6 bilhões de pessoas não recebem serviços de saneamento básico.
.
_ Pelo menos 1,5 milhão de crianças morrem, anualmente, antes de completar cinco anos, vítimas de doenças transmitidas pela água.
.
_ 80% das enfermidades no mundo são contraídas por causa da água poluída.


Declaração Universal dos Direitos da Água

Art. 1º - A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão é plenamente responsável aos olhos de todos.
.
Art. 2º - A água é a seiva do nosso planeta. Ela é a condição essencial de vida de todo ser vegetal, animal ou humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura. O direito à água é um dos direitos fundamentais do ser humano: o direito à vida, tal qual é estipulado do Art. 3 º da Declaração dos Direitos do Homem. 
.
Art. 3º - Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia. 
.
Art. 4º - O equilíbrio e o futuro do nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende, em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam. 
.
Art. 5º - A água não é somente uma herança dos nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como uma obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
.
Art. 6º - A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
.
Art. 7º - A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
.
Art. 8º - A utilização da água implica no respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado. 
.
Art. 9º - A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
.
Art. 10º - O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra. 

Links interessantes:

.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário