27/03/2011

O mágico ecológico
Sapequinha


Espetáculo circense gratuito circula por cidades da região Metropolitana de Goiânia

O espetáculo “O Mágico Ecológico e a Bola Sagrada” foi contemplado no edital “Prêmio Funarte Artes Cênicas na Rua – 2010”

O ilusionista e palhaço Sapequinha realizará com sua trupe 10 apresentações gratuitas em turnê pela região Metropolitana de Goiânia, a partir de 10 de abril (domingo). A primeira performance do grupo Sapequinha Trupe Show será dedicada aos moradores da comunidade Shangri-lá, região norte da capital, que é atendida pelo Projeto de Extensão da Universidade Federal de Goiás, Pezinho de Jatobá.

Segundo o artista circense Manoel Alves de Jesus, o palhaço e mágico Sapequinha, o projeto contempla públicos atendidos por iniciativas governamentais e não governamentais de inclusão social, que mantêm interface com a educação ambiental. “O espetáculo está aberto a todos que quiserem assistir, mas para potencializar a ação educativa do projeto, buscamos grupos que vêm trabalhando a questão do meio ambiente no dia-a-dia”, explica Sapequinha.


Até o mês de maio, o espetáculo também poderá ser visto em Aparecida de Goiânia, Terezópolis, Bonfinópolis, Trindade, Anápolis e Senador Canedo, sempre no final de semana. O projeto de circulação do espetáculo O Mágico Ecológico e a Bola Sagrada conta com o apoio do Ministério da Cultura, por meio da Funarte, Casa da Cultura Digital e da Comissão Dominicana de Justiça e Paz – Brasil: “Um grito pelos direitos”.


Circo, ilusionismo e ecologia


O Mágico Ecológico e a Bola Sagrada é um espetáculo interativo de mágicas de média e grande ilusão, repleto de surpresas, reflexão e muita comicidade. Sem pronunciar uma palavra, o mágico ecologicamente correto se utiliza de pantomimas clássicas, se apropriando de gags do circo tradicional associadas às técnicas do circo contemporâneo. “Ao longo do espetáculo, o mágico vai demonstrando como cada pessoa pode contribuir, com gestos simples, para a preservação ambiental do nosso planeta”, conta o artista.


O tradicional lenço branco do mágico foi trocado por uma ordinária sacolinha plástica, inúmeras vezes reciclada. A garrafa PET cria mistérios que fazem a platéia refletir sobre o tempo de decomposição dos resíduos sólidos. A água que desaparece em cena ganha conotações alarmantes do processo de desertificação da Terra.


Sapequinha chama atenção para o fato de que a maioria dos aparelhos de ilusionismo utilizados no espetáculo foram inovados e adaptados. “O Mágico Ecológico optou por materiais reciclados, preservando os efeitos e o glamour dos aparelhos clássicos da indústria ilusionística”, revela. De acordo com Manoel Alves de Jesus, a ideia deste espetáculo nasceu do aprofundamento da pesquisa realizada para desenvolvimento das adaptações e inovações do número de ilusionismo “Bola Sagrada”, premiado no Edital Bolsa Funarte de Incentivo à Criação ou ao Aperfeiçoamento de Números Circenses - 2008.


Programação - Turnê Região Metropolitana


10/04 – Goiânia (Comunidade Shangri-lá/UFG)


16/ 04 – Goiânia (Circo Laheto)


23/04 - Aparecida de Goiânia (Núcleo Seu Jaime da Fundação Pró-Cerrado)


17/04 – Bonfinópolis (Ponto de Cultura)


23/04 – Teresópolis (Praça pública)


24/04 – Trindade (Ponto de Cultura)


30/04 – Aparecida de Goiânia (Madre Germana II, Rua de Lazer da ASSISMAG)


01/05 – Senador Canedo (Praça pública)


07/05 – Anápolis (Nova Praça)


24/05 – Goiânia (7ª Semana de Cultura e Cidadania da PUC-GO)


Texto: Larissa Mundim (zeroum comunicação)

.

.

.

Nenhum comentário:

Postar um comentário