04/07/2011

TEMPORADA DE PRAIA DO RIO ARAGUAIA

Fiscalização aplica multas e
apreende 300 quilos de peixes

Até peixes proibidos de serem pescados como as piraras foram encontrados com pescadores

Redes e tarrafas apreendidas em operação conjunta no Rio Araguaia

Educação ambiental não é fiscalização. Mas é preciso conhecer o trabalho da fiscalização para se fazer educação ambiental, sensibilizar e cada um se conscientizar. Saber que os órgãos públicos exigem o que está previsto na lei. E a lei proíbe pesca com material predatório e pesca de alguns peixes como pirarucu, pirarara e filhote. Quem não cumpre a lei e se esquece até mesmo das orientações da educação ambiental fica sujeito às penalidades descritas na legislação. Estamos apenas começando o período de férias e operação conjunta de vários órgãos de Goiás como Delegacia Estadual do Meio Ambiente, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Batalhão Ambiental, Ministério Público e Poder Judiciário já apresenta resultados com apreensão de pescado, material predatório e até prisão de 12 pescadores. Veja abaixo os vídeos com reportagens que foram ao ar na TV ou leia as transcrições.

Veja o vídeo1: Fiscalização de férias no Rio Araguaia 2011 - TV Anhanguera

Transcrição do vídeo:

[Mal começou a temporada de férias no Araguaia e uma operação já fez vários flagrantes de caça e pesca predatórias na região. Em apenas cinco dias o total de multas aplicadas aos acusados de crime ambiental chega a 20 mil reais.

O material apreendido foi apresentado, hoje, aqui em Goiânia. A operação recolheu 300 quilos de pescado e 20 quilos de animais silvestres, muitos ameaçados de extinção. Também foram encontrados cinco armas de fogo, 203 cartuchos de munição, 21 tarrafas e 59 redes. A pesca com redes é proibida no Rio Araguaia. Mas como mostrou a repórter Bernadete Coelho os criminosos saem arrastando todo tipo de peixe que encontram.

“Uma delas, essa, tem 80 metros de comprimento e praticamente vai de uma margem a outra do rio em alguns trechos”, diz Bernadete Coelho.

As imagens e fotos foram feitas durante os sete dias que durou a operação que reuniu policiais civis, militares, fiscais da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e representantes do Ministério Público. Para tentar impedir a pesca predatória até a PM chega a acompanhar um cardume que há 20 dias sobe o rio.

Além de aumentar a vigilância no Araguaia os investigadores se voltam para o outro braço que alimenta a pesca e caça predatórias.

“Estamos com os trabalhos das duas polícias buscando os receptadores. Porque essa comercialização também é crime”, diz o delegado da Delegacia Estadual do Meio Ambiente Luziano Carvalho.]


Veja o vídeo 2: Fiscalização no Rio Araguaia 2011 - TBC


Transcrição do vídeo:

[A Delegacia Estadual de Meio Ambiente divulgou hoje o balanço da operação no Rio Araguaia. A fiscalização apreendeu farto material predatório e muitos quilos de pescado proibidos por lei.

Na operação Araguaia para todos foram apreendidas 59 redes, mais de 20 tarrafas, cinco motores de popa, espingardas utilizadas para caça de animais e ainda 300 quilos de pescado. Entre os peixes estavam 15 pirararas que têm a pesca proibida por lei. A operação realizada entre os dias 22 e 30 de junho na região do Rio Araguaia foi uma ação conjunta da Delegacia Estadual de Meio Ambiente – Dema, Batalhão Ambiental da Polícia Militar, Secretaria Estadual de Meio Ambiente, Ministério Público e Poder Judiciário. Durante a operação 12 pessoas foram presas e mais de 20 mil reais em multas aplicadas pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente – Semarh.

“Representamos ao Poder Judiciário pela busca e apreensão que foi expedida de imediato. Agora já estamos dando o devido cumprimento, informando ao Poder Judiciário e também indiciando todos aqueles responsáveis. Em muitos casos não tinham pescado, mas encontrava o material predatório, no caso redes, tarrafas, espinhéis, armas”, diz o delegado de Meio Ambiente Luziano Carvalho.

E a fiscalização vai continuar durante a temporada do Rio Araguaia.

“Estaremos em todo o Araguaia, equipes da Delegacia, e também queremos continuar essas parcerias com outros órgãos, com a sociedade goiana. Vamos levar a mensagem do bem. Vamos respeitar o Rio Araguaia! Vamos respeitar os seus habitantes que são os animais silvestres e os peixes. Vá para o Rio Araguaia e desfrute do mais bonito rio do Brasil. Pôr-do-sol igual ao do Rio Araguai não tem”, diz o delegado de Meio Ambiente Luziano Carvalho.]


.

..

Nenhum comentário:

Postar um comentário