21/11/2013


Povos do cerrado e a biodiversidade 
no 19º Simpósio Ambientalista
Brasileiro no Cerrado

Estudantes da PUC de Goiás no 19º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado
Decoração da mesa com artefatos indígenas

Estudantes da Universidade estadual de Goiás - UEG
O negro entre os povos do cerrado
Representantes dos quilombolas no 19º SABC
Presidente da Sociedade Ambientalista Brasileira no Cerrado Mayza Toledo na abertura do evento
Representantes indígenas
Professor Jackson Hora da Seduc e a pedagoga Yuara Crescêncio (Semarh)
YYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYYY
Edna Fátima (Hospital de Medicina Alternativa), Maria Dinah (CNEN) e Maura Leão (Ibama) organizaram a ExpoCerrado

Tiago Nogueira Marques da Amma
Luciene Ribeiro da Emater entrega lembrança para Otair Lourenço - RAN/ICMBio
Luisa Helena e Luciane Ribeiro e a a equipe que trabalhou na organização do evento
Mesa com palestrantes
Doação de mudas
Maria da Feira e seu artesanato sempre comercializado na Feira do Cerrado
Professora da Escola Municipal Bom Jesus
Fotos reprodução mostram índios de Aruanã
As fiandeiras trabalharam duro no descaroçador durante o evento sempre cantando e bem humoradas
Decoração da mesa com arte indígena
Adicionar legenda
Doação de mucas
Última mesa formada no 19º SABC
Produzindo a linha do algodão e mostrando o belo produto final de todo o trabalho

Artesanato de Maura Leão

A beleza da representante dos quilombolas
A artesão pediu para tirar esta foto sua com seu trabalho: um anjo
Trabalho da Associação dos Artesãos de Orizona - Goiás
Artesanato na Expocerrado
Artesanato da Arte Presente
Indígena de Aruanã
Alegria de apresentar seu trabalho
Porcelanas
Bijouterias com sementes do cerrado
Estande do Batalhão Ambiental com animais empalhados
Representante indígena
Mesa com palestrantes
Decoração da mesa
Perguntas para os palestrantes
Foto reprodução
Perguntas para palestrantes
Foto reprodução

Representantes indígenas
Palestrantes
Dinâmica
Detalhes arte em madeira
Dinâmica
Representante dos quilombolas
Inscrições
Momento final das palestras
.
Abertura do 19º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado em Goiânia. Evento vai até o dia 22 de novembro na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (UFG) e na Área I da Pontifícia Universidade Católica (PUC Goiás)

Caju do cerrado no estande do Batalhão Ambiental

Mesa com representantes de várias instituições parceiras

Arte de povos do cerrado

Público presente na abertura do evento

Peça esculpida em madeira
Merecida homenagem do simpósio ao Professor Ângelo Rizzo entregue por Mariusa Aparecida Lima (Saneago). E pessoalmente recordo que o professor foi o meu primeiro entrevistado quando fiz o curso de jornalismo na UFG em matéria sobre os macacos prego que vivem nas matas do Campus II da UFG. Grande contribuição do professor para o Cerrado e durante várias décadas

Banners do evento na Faculdade de Direito da UFG

Fiandeiras trabalhando e cantando na ExpoCerrado

Superintendente de Gestão e Proteção Ambiental da Semarh Marcelo Lessa durante abertura do 19º SABC

Antes da abertura do evento

Fiandeira


Superintende de Unidades de Conservação da Semarh José Leopoldo conhecendo o estande da Saneago na ExpoCerrado na Área I da PUC

Wagner Oliveira e José Leopoldo no estande de educação ambiental do Batalhão Ambiental

Arte em cabaças na ExpoCerrado


Banners na Faculdade de Direito da UFG


Entrada da ExpoCerrado na Área I da PUC Goiás no Setor Universitário em Goiânia

O artista Silvio de Oliveira expõe sua arte: entre elas, reaproveitamento de aros de bicicleta envolvidos em folha de bananeira

Professor Ângelo Rizzo aguarda homenagem

O artista Silvio de Oliveira: povos do cerrado lembra primeiro o índio

Apresentação cultural Camerata Santa Cecília da PUC Goiás com regência do maestro Carlos Vitorino. Durante o Hino Nacional foram acompanhados pela pianista Simone Moreira

Sabonete do cerrado de barbatimão

Representante indígena

Luciene Ribeiro (Emater), Yuara Crescêncio (Semarh), Márcia Barnabé e Juliana de Pina (Semarh)
Arte indígena

Distribuição de mudas

Decoração da mesa

Silvio de Oliveira mostra seu trabalho para Arimar Silveira que fez a decoração da mesa do evento


Estande do Batalhão Ambiental

Pró-Reitora de Pós-Graduação e Pesquisa da Pontifícia Universidade Católica de Goiás Milca Severino

Potencial alimentício do cerrado

Nilton Marques (Mag Life) e a artista e autora de livros Evandra Rocha

Arte viva em um tronco esculpido

Artesanato com capim dourado

Maria faz arte em cabaças

Representantes da Escola Municipal Bom Jesus
Representação das aves do cerrado

Formação da mesa com autoridades

O índio que já vivia no cerrado antes do descobrimento do Brasil

Representantes das instituições parceiras do Simpósio no Cerrado

Magda entrega homenagem do SABC ao representante da Emater

Arte indígena

Mayza Toledo entrega homenagem póstuma a bióloga Aparecida de Fátima Oliveira Bozza, recebida pelo seu esposo professor da PUC Ruy Chaves Bozza

Artesanato exposto na ExpoCerrado
Mayza Toledo e Milca Severino

Presidente da Agtência Municipal do Meio Ambiente (Amma) Professor Pedro Wilson

Público presente na abertura do 19º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado

Decoração da mesa de autoridades

Público presente na abertura do evento

Povos do Cerrado

Público presente no evento

Representação dos povos do cerrado na figura do negro

Público presente na abertura do evento

Mesa de autoridades decorada por Arimar Silveira da Emater

Professores da PUC Ruy Bozza e Agostinho

Bela decoração do evento

Cobertura do evento realizada pela imprensa. No momento, pela PUC TV
Representante indígena faz pergunta ao palestrante Alfredo Palau Peña

Palestrante Ms. Alfredo Palau Peña: "Os povos e as Comunidades do Cerrado"

Final da primeiro dia do 19º Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado. Amanhã o evento continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário