10/06/2009


Normas de convivência com o Rio Araguaia
estabelece distância mínima para banheiros


Sanitários só poderão ser instalados no mínimo a 20 metros do rio e não será permitido lavar roupas ou utensilios de cozinha dentro do rio


As normas de Convivência com o Rio Araguaia para a Temporada de Praia 2009 foram revisadas com chefes de acampamento trazem novidades como: não lavar roupas ou utensílios de cozinha dentro do rio (norma 3); não será permitido o uso de tambores de latão nem de fossas ou sanitários a menos de 20 metros do rio (norma 5) e geradores deverão ser desligados até a meia-noite (norma 8).


Acampamentos que não seguem as normas de convivência não recebem certificado de parceiro ambiental e podem ser multados por equipes de fiscalização da Semarh e Ibama.

A Secretaria Estadual do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos - Semarh está desenvolvendo um trabalho em parceria com o Centro Nacional de Conservação e Manejo de Répteis e Anfíbios - RAN/Ibama.

Pré-temporada começa na próxima semana

Na próxima semana Semarh e Ran partem para cidades às margens do Rio Araguaia para desenvolver trabalho de pré-temporada realizando reuniões com representantes de prefeituras, barqueiros e acampantes e divulgando as normas de convivência com o Rio Araguaia para 2009 em escolas.

.

Normas de Convivência



com o Rio Araguaia 2009



1 – Na instalação de acampamentos, não use recursos vegetais da região. Use estrutura metálica ou madeira beneficiada.

2 – Todo material do acampamento deverá ser retirado ao final da temporada, inclusive o bambu. Deixe a praia limpa.

3 – O lixo orgânico deverá ser separado dos recicláveis. Enterre-o no barranco, longe da margem do rio. Não lave roupas ou utensílios de cozinha dentro do rio.

4 - Os recicláveis (plástico, papel, lata, vidro, metal) deverão ser levados de volta para a cidade ou depositados em locais determinados. Nunca os deixe abandonados nas praias ou às margens de rodovias.

5 – Na construção de sanitários, use material biodegradável no escoramento da fossa (balaios, caixotes, trançados de palha ou papelão grosso). Não é permitido o uso de tambores de latão nem de fossas ou sanitários a menos de 20 metros do rio.

6 – Não é permitida a prática de cimentados nas praias e margens do rio.

7 – Não use foguetes, porque eles afugentam os animais e podem provocar incêndios.

8 – Instale abafadores ou isolamento acústico nos motores ruidosos dos geradores a fim de diminuir a poluição sonora e desligue-os até meia-noite.

9 – Obedeça a legislação de pesca e não use material predatório. Pesque somente com linha de mão, caniço ou molinete. Pesca somente portando licença.

10 – Caçar é crime. Não mate nem aprisione animais silvestres.

11 – O acampamento deve ter identificação por meio de faixas ou placas.

12 – Proibido o uso de veículos automotores nas praias, bem como o uso de som em volume alto.

13 – Proibido acampar em praias que tenham ninhal de gaivotas numa distância mínima de 100 metros.

14 – Estão zoneadas na APA (Área de Proteção Ambiental Meandros do Rio Araguaia) as áreas de acampamento e de refúgio de animais silvestres, sendo assim descritas: Áreas permitidas: Bandeirantes, entre a barreira de Piedade-GO e a entrada do Lago do Coral-MT; Luiz Alves, entre a localidade do Táxi Aéreo e a Foz do Rio Crixás-Açu; Benvinda, entre o Chapéu de Palha (Parque Estadual do Araguaia) e a Ilha do Wilson Ribeiro. Áreas proibidas: Barreira da Piedade à boca do Rio Crixás; do Táxi Aéreo ao Chapéu de Palha; do Wilson Ribeiro até a foz do Cristalino.

15 – Não será permitida a entrada de barcos motorizados nos lagos de boca franca e a pesca de qualquer natureza dentro da APA e do Parque Estadual do Araguaia; lembrando que a portaria 003/2003 não permite a pesca em lagos naturais no Estado de Goiás.

Obs.: Para que o acampamento receba o Certificado de Parceiro Ambiental é necessário: cumprir todas as normas de convivência; participar da reunião na praia ou acampamento; passar por avaliação técnica da percepção ambiental no acampamento ou na praia; não cometer nenhuma ação predatória; participar da reunião dos acampantes em Goiânia-GO.
*
Lazer e diversão sem depredação.
*
Faça sua parte.
*

Mais informações:
Gerência de Educação Ambiental da Semarh: (62) 3201-5158 ou 3201-5159

.
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário