01/06/2011

Pré-Temporada de Praia
Rio Araguaia 2011

Trabalho de educação ambiental realizado em escolas de
seis cidades às margens do Rio Araguaia em Goiás



Estátua do antigo garimpeiro, em Baliza. A história da cidade ligada ao histórico garimpo de diamantes no Rio Araguaia. O trabalho de educação ambiental da Semarh também no município em que o Rio Araguaia corre em cânios entre serras. O prefeito do município, Divino Maia, fez questão de ressaltar para a equipe da Semarh: "Com esse importante trabalho de educação ambiental observamos que o Estado dá atenção ao município"


Rio Araguaia separando Baliza, em Goiás (a direita), de Torixoréu, no Mato Grosso (a esquerda). Trabalho de educação ambiental em cidades banhadas pelo rio em Goiás



Aplausos dos alunos da Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira, em Baliza.


Praça com garimpeiro em Baliza


Palestra na Escola Municipal Maria Conceição em Baliza


Casas antigas restauradas e preservadas no centro de Baliza


Diretora Genyalda Pereira (verde) e professores da Escola Estadual Dona Doquinha, em Baliza


Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira em Baliza


Diretora Eliane Timo da Escola Municipal Maria Conceição em Baliza

Escola Municipal Maria da Conceição em Baliza


Aluno Wilker Jonatha da Escola Municipal Maria Conceição, em Baliza, se destacou citando normas de convivência com o Rio Araguaia descumpridas por pescadores. "Isso não pode acontecer!"


Escola Municipal Maria Conceição em Baliza


Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira, em Baliza, no vespertino


Prefeito Divino Maia (amarelo) e secretário de educação Adair Cardoso (listrado) e secretário de Administração Laércio


Dinâmica na Escola Dr. José Feliciano


A turminha agradeceu


Professora Luana Paula em Baliza


Escola Estadual Dr. José Feliciano Ferreira, em Baliza, no matutino


Escola Estadual Dona Doquinha, em Baliza, no vespertino


Escola Estadual Dona Doquinha em Baliza no noturno


Escola Estadual José Feliciano Ferreira em Baliza


Escola Dr. José Feliciano Ferreira em Baliza


Encontro do Rio Araguaia com o Rio Garças. As águas do Garças são em menor quantidade e mais escuras quando encontram com as do Araguaia. Um sinal também de desmatamento no Mato Grosso e até de continuidade dos históricos garimpos para extrair diamantes


Ponte sobre o Rio Araguaia ligando Goiás ao Mato Grosso. Do lado esquerdo está Aragarças e do lado direito a cidade de Barra do Garças


Diretora Ivone de Freitas Leal e a coordenadora do vespertino Marcilene Teixeira no Centro Municipal de Ensino Fundamental Dom Bosco em Aragarças


Todos pela preservação do Rio Araguaia


Olha a atenção dessa turminha do Dom Bosco


Palestra no vespertino no Dom Bosco


Centro Municipal Dom Bosco em Aragarças


Centro Municipal Dom Bosco em Aragarças

Ilustração de Geovani T. no Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja em Aragarças. Várias palestras estão sendo realizadas na cidade às margens do Rio Araguaia. Foco principal nas normas de convivência com o Rio Araguaia na Temporada de Praia 2011


Coordenadora do matutino da Escola Dom Bosco, Luciana Araújo: "A palestra foi ótima, ao nível das crianças. Este ano estamos desenvolvendo projeto Agrinho 2011 cujo tema é alimentação saudável e meio ambiente"


Diretora Divina Wanderley e professoras do Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja, em Aragarças


Um clique com os alunos do Sebastião Granja


Mais um ângulo da palestra no Sebastião Granja em Aragarças


Alunos e alunas do vespertino do Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja


Rose Campos do Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja em Aragarças


Palestra na Escola Estadual Thales Pompeo de Pina


Escola Estadual Thales Pompeu de Pina


Diretora Ivana Azevedo Silva e professoras da Escola Municipal Adalgisa Lima da Silva


Escola Municipal Professora Adalgisa Lima da Silva


Escola Estadual de Tempo Integral de Aragarças


Coordenadora pedagógica da Escola Estadual de Tempo Integral de Aragarças, Maria Lopes Pereira, antes da palestra


Diretora do Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja Divina Wanderley e professoras, em Aragarças


Normas de Convivência com o Rio Araguaia


Palestra no Centro Municipal Sebastião Granja


Ilustração no Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja em Aragarças


Centro Municipal de Ensino Fundamental Sebastião Granja em Aragarças


Professora Neurâni de Faria com alunos fazendo trabalho com tampinhas


Escola Municipal Dom Bosco em Aragarças


Escola Municipal Dom Bosco em Aragarças


João Tancredo dos Santos, 63 anos, pesca com linha na mão na Praia Quarto-Crescente em Aragarças. "Em 1982 eu pescava 16 tubarana, parecida com dourado, utilizando uma canoa. Na época a água quase passou por cima da ponte entre Goiás e o Mato Grosso. Depois que muitos começaram a usar redes não consegui pegar mais"


Olímpio Severino da Silva, 59 anos, lembra que em 1970 barcos grandes navegavam no Rio Araguaia passando por Aragarças. Mas garimpos de diamante assorearam o rio que era mais fundo, em muitos lugares com mais de dez metros de profundidade. Hoje é bem comum nesta época do ano o rio ter pouco mais de três metros de profundidade no mesmo local


Por-do-sol na Praia Quarto-Crescente em Aruanã


Diretora Luciana Telles e professoras da Escola Estadual Melquíades Oliveira com equipe de educação ambiental após a palestra em Aragarças


Maraisa Martins do Cemei Laurita em Aragarças: "Amei. Trabalho muito lindo. Isso tem de estar no sangue para defender assim a natureza. Vocês estão de parabéns. Tenho uma prima que está terminando doutorado em biologia que ama a natureza assim como vocês"


Alunos no Cemei cantam musiquinha para equipe de educação ambiental: temática ambiental


Yuara Crescencio e Maria Helena na Escola Estadual Melquíades Oliveira, em Aragarças


Professora Janaina Alves da Escola José Alves de Assis com seus alunos na dinâmica


Diretora Luciana Telles anuncia palestra na Escola Melquíades Oliveira no noturno: "Vocês vão ter uma boa palestra"


Escola Melquíades Oliveira em Aragarças


Após a palestra na Escola Estadual José Alves de Assis com a diretora Marli Mota Serra e professoras


Diretora Luciana Telles na Escola Estadual Melquíades Oliveira em Aragarças apresenta equipe de educação ambiental da Semarh


Dinâmica na Escola Estadual José Alves de Assis em Aragarças


Cemei Laurita no matutino


Cemei Laurita em Aragarças


O casal Valdevá Pereira Silva e Agda Nery de Souza pescaram com apenas linha e anzol uma caranha de 3,8 quilos e um mandi de canal. Eles moram em Aragarças e pescam junto na ponte sobre o Rio Garças e Rio Araguaia há vários anos


Pescadores em cima da ponte sobre o Rio Garças que desagua no Rio Araguaia. Pesca com vara e linha na mão


Aragarças em vista noturna. Luzes da Beira Rio que iluminam a Praia Quarto Crescente e o Rio Araguaia e do circo montando na praia


Ponte sobre o Rio Araguaia entre Aragarças em Goiás e Barra do Garças no Mato Grosso


Belas paisagens rumo a Aragarças


Pausa no domingo no Lago dos Tigres em Britânia


Rio Vermelho. Suas águas são mais escuras do que as do Rio Araguaia e isso fica bem evidente quando os rios se encontram em Aruanã


Ponte sobre o Rio Vermelho que passou pela Cidade de Goiás e vai desaguar no Rio Araguaia em Aruanã


Na estrada para Britânia e com destino a Aragarças


Yuara despedindo de Wanderley


Despedindo de Aruanã e da Unidade de Apoio Operacional Vale do Araguaia, da Semarh


Confira mais um pouco do trabalho de educação Ambiental em Aruanã em maio de 2011


Educação Ambiental nas cidades banhadas pelo Rio Araguaia em Goiás durante Pré-Temporada de Praia 2011


Diretor Nunes Xavier da Silva e professores após palestra no Colégio Dom Cândido Penso em Aruanã


Palestra no noturno no Dom Cândido Penso em Aruanã


Depois da palestra no matutino em Aruanã alunas e alunos acompanharam a equipe de educação ambiental até o portão e disseram: "A palestra foi muito boa"


Mais uma turminha refletindo sobre a Temporada de Praia do Rio Araguaia 2011


Professor de Biologia Leo - que desenvolve importante trabalho de meio ambiente em Aruanã - durante palestra no noturno no Colégio Estadual Dom Cândio Penso


Educadora ambiental Yuara Crescencio observa o belo por-do-sol na Praça Couto Magalhães em Aruanã


Palestra aberta ao público de Aruanã no noturno no Sesi


Palestra no Sesi de Aruanã


No Colégio Dom Cândido Penso no Vespertino


Yuara Crescêncio no Dom Cândido Penso em Aruanã


Colégio Estadual Dom Cândido Penso em Aruanã no vespertino


Escola Municipal Darcy Bandeira de Mello no matutino


Diretora Cristiane Camelo e professoras após palestra na Escola Municipal Darcy Bandeira em Aruanã


Palestra na Pré-Temporada de Praia do Rio Araguaia em Aruanã


Olha a participação das crianças


Escola Municipal Darcy Bandeira de Mello em Aruanã


Palestra na Escola Municipal Dr. Pedro Ludovico Teixeira em Aruanã


A tartaruga na Escola Dr. Pedro Ludovico Teixeira em Aruanã


Alunos da Escola Dr. Pedro Ludovico Teixeira em Aruanã


Yuara Crescencio ministra curso de artesanato para professoras em Aruanã


Após palestra na Escola Municipal Dr. Pedro Ludovico Teixeira em Aruanã


Palestras no Dom Cândido Penso em Aruanã


Educação Ambiental chega a Aruanã


Barqueiro no Rio Araguaia de Bandeirante. Começam a surgir as praias e são montados os primeiros acampamentos com as águas do rio abaixando


Educação Ambiental ouvindo a presidente da Associação de Barqueiros de Bandeirante Luzia de Freitas: a realidade do ribeirinho do Araguaia


Igreja em Bandeirante, distrito a 85 quilômetros de Nova Crixás e às margens do Rio Araguaia


Partindo do Posto de Controle Ambiental Arthur Pinheiro de Lemos em Bandeirante. Na foto Wanderley Antônio Nunes e Lucimar Aparecida


Mais uma turminha de Bandeirante com a tia Maria Helena e o tio Wagner


Professoras e diretora Marisa de Fátima Silva (de óculos) da Escola Municipal Couto Magalhães


De mãos dadas pela preservação ambiental


Mais uma turminha de Bandeirante com a tia Maria Helena e o tio Wagner


Aluna Neiriana do Jardim II canta uma musiquinha em Bandeirante


Participação da diretora Maria Lúcia Ribeiro da Escola Estadual Basílio Evangelista Rosa


Aluna Neiriana do Jardim II canta uma musiquinha em Bandeirante


Participação na palestra de professores e alunos


Dinâmica de educação ambiental


Escola Couto Magalhães


Boiada tocada na estrada rumo a confinamento


Escola Municipal Couto Magalhães em Bandeirante - Nova Crixás


Palestra no noturno em Bandeirante


Chegamos a Bandeirante e o trabalho começa na Escola Estadual Basilio Evangelista Rosa


Aproximando do Rio Araguaia várias represas e rios que vão depois desaguar também no Rio Araguaia


Muita poeira, mas o trabalho continua


Rumo a Bandeirante, em Nova Crixás em estrada de terra de 65 quilômetros


Por-do-sol em Nova Crixás visto no Parque Ecológico Portal do Araguaia. O trabalho de educação ambiental na cidade a pouco mais de 300 quilômetros de Goiânia está começando


Estalactites e estalagmites artificiais no Parque Ecológico Portal do Araguaia em Nova Crixás


Partindo da sede do Ibama em Luiz Alves rumo a Nova Crixás. Na foto Wagner Oliveira, Jazom Rosa, Maria Helena, Sebastião Cândido de Almeida, Yuara Crescencio, Kátia Costa Mendonça e Flávio Matos dos Santos


Pescadores com anzol em Luiz Alves


Pedro Isac Fernandes de 6 anos observa barcos e Jet sky no Rio Araguaia, em Luiz Alves, lembrando a famosa escultura do francês Auguste Rodin conhecida como O Pensador. Logo que aproximei para captar o momento ele me conheceu lembrando que estive em sua escola fazendo palestra. "Você é que disse que não pode matar animais." Ele não se esueceu da palestra. Ficou então algo para sua reflexão e isso é gratificante em um trabalho de educação ambiental


Silvio de Araújo e João Massonetto pescam piranha em Luiz Alves. Eles são de São Paulo e João já frequenta o Araguaia há dez anos. "O pessoal do local cuida demais. A degradação é mais dos turistas, visitantes". João diz que observa nos últimos cinco anos mudança de comportamento em muitos pescadores que pescam e soltam peixes fora da medida. Ele lembra que esteve no lago de Corumbá e pescou cinco dourados de 45 centímetros e soltou todos eles. "Nenhum dos 20 pescadores que estavam com a gente levou peixe. "O Araguaia ainda está bom. Mas Porto Murtinho e Coxinho (MT) está muito feio com a maior frequência de pescadores", diz Silvio de Araújo


Educação Ambiental e a realidade local


Diretora Vildimá Coelho dos Santos (verde) e vice-diretora Vilma Aparecida Queiroz (branco), professoras e aluno Mário Oliveira que citou vários exemplos de degradação do meio ambiente durante palestra na Escola Dom Bosco no noturno


Alunos da Escola Dom Bosco no noturno


Escola Estadual Dom Bosco no noturno


Por-do-sol no Rio Araguaia em Luiz Alves. Acompanhe abaixe um pouco do trabalho de educação ambiental realizado na Pré-Temporada de Praia do Rio Araguaia 2011


Palestra na Escola Municipal Professora Maria Astéria em São Miguel do Araguaia


Cachorro não pode ficar no lixão


Escola Municipal Professora Maria Astéria em São Miguel do Araguaia


Diretora Enedina Meire da Escola Evangélica de São Miguel do Araguaia: muito bom comportamento


Olha a participação dessa turminha


Entrada da escola


Palestra no matutino na Escola Evangélica em São Miguel do Araguaia


Depois da palestra para curso de Aquicultura da Universidade Estadual de Goiás em São Miguel do Araguaia


Alunas na entrada da UEG em São Miguel do Araguaia


Participação no matutino


Turma do Vespertino em São Miguel do Araguaia


Turma do vespertino na Escola Evangélica em São Miguel do Araguaia


Vice-diretora Vilma Aparecida de Queiroz da Escola Dom Bosco em São Miguel do Araguaia


Na hora da dinâmica


São Miguel do Araguaia


Escola Estadual Dom Bosco


Escola Dom Bosco em São Miguel do Araguaia


Em Luiz Alves ipê amarelo ao fundo


Girando e sensibilizando


De mãos dadas com o meio ambiente em Luiz Alves


Educação Ambiental na escola em Luiz Alves


Escola Evangélica em São Miguel do Araguaia: turminha super comportada


Escola Evangélica em São Miguel do Araguaia


Reflexão sobre o Rio Araguaia


Dinâmica em Luiz Alves: professores e alunos


Na Escola em Luiz Alves com coordenador e diretor após palestras


Na hora da dinâmica em Luiz Alves


Após dinâmica em Luiz Alves


Escola Municipal de Luiz Alves


Professora Vanusa Campos de Souza da Escola Municipal Maria Astéria em São Miguel do Araguaia


Olha a atenção desse turminha


Yuara Crescencio, Wagner Oliveira, diretora da Escola e Maria Helena antes da palestra de educação ambiental em São Miguel do Araguaia


Professoras Sirleia Miranda de Souza e Vanusa Campos de Souza: "Os alunos gostaram da palestra. Muito importante", disse Sirleia quando saímos do auditório


A importância de preservarmos o Rio Araguaia


Aula de artesanato de Yuara Crescencio nos minutos antes da palestra. Observa só a atenção das professoras
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário