04/09/2010

.
SABC em Niquelândia
.Encontro Regional do Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado - SABC em Niquelândia, no Centro de Cultura e Convenções Paulo Rocha. Último evento antes da realização do 16º SABC em Goiânia em novembro de 2010.
.

Minério de Níquel e cobalto antes de ser beneficiado para a exportação. É transformado em um pó verde.
.

Um belo espaço para eventos em Niquelândia.
.

Belas praças de Niquelândia mostram a riqueza do cerrado: nascente das águas no cerrado que correm para várias bacias hidrográficas do Brasil.
.

O artista Rick Jader fez sua apresentação pintando o cerrado e apresentando performance.
.

O níquel já beneficiado pelas empresas e pronto para exportação.
.

Representante do presidente da Agência Municipal do Meio Ambiente de Goiânia fez palestra sobre a municipalização do órgão ambiental.
.

Centro Cultural José Ermírio de Moraes: biblioteca, museu, centro de tradições, arquivo municipal. Na foto a rocha de onde é extraído o níquel (branca e verde) e o níquel já pronto para exportação. A rocha branca é composta de níquel e ferro e a verde em níquel e cobalto.
.

Palestra do professor Roberto Malheiros da PUC de Goiás sobre a biodiversidade do cerrado: caracterização e situação atual.
.

As serras, o coqueiro, as casas na ladeira da Rua Direita.
.

Parte do público presente no lado direito do auditório no Encontro Regional da SABC em Niquelândia.
.

Praça Silva Júnior durante a tarde com moradores jogando conversa fora. À noite as fontes são ligadas e a água sobe fazendo coreografias ao brilho da luz verde. Cada fonte tem caixa de som que transmite áudio de uma rádio Web da cidade de Niquelândia.
.

Centro Cultural José Ermírio de Moraes. Relíquias de Niquelândia, mas aguardando reforma e adequação.
.
Harley Andersom, representante da SABC, o representante da AMMA de Goiânia, a secretária de Meio Ambiente de Niquelândia Bel Campos e o professor de direito ambiental da UEG e procurador do município Carlos Godoy.
.

Na praça da Igreja mais casas antigas preservam a arquitetura de mais de um século.
.

Momento do Hino Nacional.
.

Praça Cizalpino com belas fontes.
.

Mayza Toledo: uma das importantes organizadoras do Simpósio Ambientalista Brasileiro no Cerrado.
.

Bom dia... De chapéu na cabeça o visitante chega a uma das casas da Rua Direita, ponto turístico de Niquelândia com muitas residências preservando a história de Niquelândia de mais de 270 anos.
.

A educadora ambiental Yuara Crescencio mostra os coletores de recicláveis na entrada do Centro de Convenções Paulo Rocha.
.

Uma das praças de Niquelândia na Avenida Goiás: peixe, água, vida: isso é cerrado de Goiás.
.

Secretária de Meio Ambiente de Niquelândia Bel Campos.
.

Casa construída por escravos. A proprietária não sabe há quantos anos. Só diz: Foi meu pai que comprou e tem mais de 100 anos. A casa está quase em frente ao Centro de Convenções Paulo Rocha - antigo e moderno ao lado.
.

Carlos Godoy: "Países desenvolvidos acabaram com suas matas e querem agora exigir que preservemos as nossas. Temos de preservar mas isso tem um custo altíssimo."
.

.
Arranjo com sementes, folhas, cascas, galho do Cerrado seco, tão comum nos meses de agosto com a dispersão de sementes. Mas a chuva vem aí germinando essas sementes e dando continuidade a vida que resiste às queimadas também tão comuns e muitas vezes criminosas. Queimadas que podem quebrar a dormência de sementes de algumas espécies, mas eliminar muitas outras sementes da vida vegetal ou animal.
.

Momento da inscrição do encontro de Niquelândia.
.

Detalhe na porta da Paróquia Santuário São José de 1924. Goiás escrito com y: Goyaz. Na outra porta a data é mais antiga: 1742: Alto Tocantins - Goyaz.
.

Momento da assinatura dos certificados para os participantes.
.

Outro momento das inscrições: a geógrafa Sônia Regina da Amma de Goiânia e equipe de Niquelândia.
.

Interior da Paróquia Santuário São José.
.

Wagner Oliveira e Tiago preparando a tela para o artista Rick.
.

Outro momento de inscrição para o evento. Mariusa da Saneago de cinza.
.

Avenida Goiás de Niquelândia durante o intervalo.
.

Café com prosa e lanche da tarde para os participantes.
.

Uma pausa para o descanso: o próximo evento do SABC será em Goiânia, em novembro.
.
.
.
.

Um comentário: