05/08/2009

TEMPORADA DE PRAIA DO RIO ARAGUAIA 2009
Caminhada ecológica
.

Crianças Karajá


Vovó Jandira e crianças da Aldeia Buridina dos índios Karajá com camisetas da Temporada de Praia do Rio Araguaia 2009


Maria Auxiliadora e Edilza Fernandes na Recepção do Centro de Atendimento a Turistas de Aruanã - CAT vestiram a camiseta da Semarh


Sérgio, na chegada da Caminhada Ecológica ao Rio Araguaia de Aruanã com um belíssimo pôr-do-sol


Esse é para mim um dos momentos mais marcantes do trabalho de educação ambiental que realizamos no Rio Araguaia em 2009. Conheci meu amiguinho Karajá Kumacary. Na Aldeia Ariká estava filmando quando percebi que alguém agarrou meu pescoço. E grudou mesmo. Estava também curioso com a Cãmera e queria tocá-la. Kumacary veio com sua família da Ilha do Bananal e ele não fala ainda português. Mas se expressa com carinho. Abracei-o e fiz as fotos.


O pôr-do-sol escupindo arte nos céu de Aruanã e no Rio Araguaia


O Secretário estadual do Meio Ambiente Roberto Gonçalves Freire observa o Rio Araguaia em Aruanã: "Educação ambiental é o nosso principal trabalho durante a Temporada de Praia"


Roberto Freire e o prefeito Hermano de Carvalho


Rio que esculpe paisagens


Secretário Estadual de Meio Ambiente Roberto Freire e sua esposa Rosa Lídia


Mais uma pose do tuiuiu


Superintendente de fiscalização Greide Ribeiro e sua esposa Celma Adriana


Menino Vitor Hugo brinca na Aldeia Buridina, mas não é índio


Outra blitz ambiental


Roberto Gonçalves Freire e a Secretária de Educação Milca Severino, na chegada da Caminhada Ecológica em Aruanã


Olha a pet dentro do rio. Equipe de educação ambiental não consegue passar por uma pet dentro do rio sem pegar. Se não der para pegar na primeira passada volta com o barco e pega a pet. Assim o barco vai tirando lixo de quem se descuidou

Essa pet é inorgânico recente que foi parar no rio


Mas essa não. Encontramos essa perto da Mata Coral. Há muitos meses no rio, talvez anos


Crianças do PETI participaram de dinâmicas e ganharam camisetas e bonés. Na foto Luiz Alfredo do RAN, Leonice da Semarh e professores do PETI


Trabalho em conjunto na blitz ambiental. Van da Semarh e do Corpo de Bombeiros, camionete do ICMbio e apoio da Polícia Militar


Outdoor da Campanha Consciência Limpa da Semarh em várias trechos de estradas que ligam a cidades banhadas pelo Rio Araguaia


ONG Geoambiente presente em Aruanã


Campanha ganhou as ruas. Família inteira vestiu a camiseta


Equipe Semarh em Aruanã


Equipe Semarh com a Superintendente de Administração e Finanças Adriane Antunes (terceira) e a Gerente Administrativa Siuzete de Sousa dos Santos


Todos querem vestir a camiseta da Semarh


Voluntária do RAN, a estudante Kelly tem a oportunidade de praticar educação ambiental com o trabalho no Rio Araguaia


Leonice da Semarh e o médico que tinha um sonho de plantar uma árvore em Aruanã: realizou


No estande da Semarh concurso e prêmios: todos vestindo a camiseta da Semarh


"A Terra é nossa mãe. Devemos cuidar dela. Devemos cuidar dela..." Mais uma dinâmica em acampamento com sorteio de brindes para quem responde perguntas sobre meio ambiente e preservação ambiental


Certificado de parceiro ambiental para acampamento que cumpriu as normas de convivência com o Rio Araguaia em 2008. Entregue na Temporada de 2009. Na foto Luiz Alfredo do RAN e Leonice da Semarh.


Na Aldeia Buridina as crianças se preparam para receber a Caminhada Ecológica


Cacique Raul, Glorinha Fulustrec@, Heloisa e as crianças na Aldeia Karajá


Crianças Karajá na Aldeia Ariká ouvindo Glorinha Fulustrek@


Olha a atenção das crianças para a história da boiuna ou sucuri. Os tracajás e tartarugas também estão diminuindo no meio ambiente. Temos de preservar esses animais...


Equipe Semarh em Aruanã com o chefe de Gabinete Getulino, Gerente de Áreas Protegidas Cláudio Adriano, superintendente de Finanças Adriane Antunes e o motorista Beneviro Alves


Essa camiseta da tartaruguinha foi também a sensação da temporada. Todos queriam. A estudante de biologia da UEG de Anápolis Grayce Kelly ganhou a sua e ficou muito feliz


Pintura de Borboleta da Glorinha Fulustrek@. Vai começar mais uma história


Era uma vez...


Na Aldeia Buridina Glorinha Fulustrek@ faz as pinturas nas crianças. É a vez de Kabymaro


Um tucano para a estudante Hurualla, que tem nome indígena


Glorinha Fulustreka e a Borboleta e a largarta


Mais acampamento rebendo certificado de parceiro ambiental por ter cumprido todas as normas de convivência com o Rio Araguaia em 2008. Na foto Semarh e ICMbio. Acampamento da Zema


"Coração quente, quente, quente..." Agora é só responder a pergunta


Acampamento Tá Danado recebe também certificado de parceiro ambientel por cumprir todas as normas de convivência com o Rio Araguaia em 2008. Semarh e ICMbio na foto


Praias limpas depois de desmontados os acampamentos. Bom sinal. Mas nem sempre isso ocorre. Em breve uma postagem em Educação Ambiental em Goiás com os piores exemplos. Para vermos o que não se deve fazer quando acampa-se no Rio Araguaia


Paramos para observar mais um tuiuiu. E fotografar também


Que paz. Imagine nesse local, na sombra, pescando. Foi preparado para isso mesmo. A praia termina e o rio já começa fundo


Olha que interessante. Esse tracajá estava dentro de uma canoa ao lado da canoa da Semarh. Fizemos a descoberta já pensando em soltar o bicho. Mas não adiantava. Percebi logo que estava morta. O que teria acontecido? O pescador pegou o animal e deixou dentro da canoa? Não. Dentro do casco não tinha nada. A conclusão é que uma onça ou outro predador matou o tracajá, comeu o que era possível e abandonou o casco que foi doado para o Batalhão Ambiental para ser incluído na exposição de animais empalhados.


Tracajá ainda dentro da canoa


Mais um belo pôr-do-sol


Subindo pelo Rio Araguaia


Nem as raízes das árvores conseguem conter o desgaste do barranco. Erosões, assoreamento, o rio vai ficando mais largo e mais raso. Muitos barrancos vão caindo e a vegetação desce boiando pelo rio até encalhar em um banco de areia. Quem navega a noite corre mais risco. Há quem atribua o problema as marolas produzidas por grandes lanchas, jet skys. Mas quando o rio enche durante a época das chuvas também a força das águas vai esculpindo o barranco.


Uma Ilha. São várias. E ilha aprendemos no primário que é uma porção de terra cercada por água. Mas no Rio Araguaia as ilhas podem aumentar ou diminuir já que o rio não obedece a um único canal e muita vezes vai mudando seu curso, esculpindo as ilhas


Inez, Beneviro Alves, e Valdine Pereira, da Semarh


Kit da Semarh com camiseta da tartaruguinha, camiseta da Temporada de Praia de 2009 e bonés para os concluintes da Caminhada Ecológica de Goiânia a Aruanã


Público presente conferindo tudo


Igor e a secretária Geral da Semarh Luiza


Concluinte da Caminhada Ecológica observa o pôr-do-sol em Aruanã


Lancha com os fiscais da Semarh na água enquanto atletas da caminhada ecológica se aproximam


Agora uma pose para foto dentro do Rio Araguaia


Na Aldeia Buridina uma família Karajá prepara um peixe na folha de bananeira. O almoço quase pronto


Vice-prefeito e secretário de Turismo de Aruanã Paulo Valério da Silva com as atendentes do CAT


A princesa e seu castelo. Voltamos a esse acampamento porque ela não aceitou ficar sem camiseta. Chorou, chorou. Mas o sonho da princesa foi realizado. Ela vestiu a camiseta da Semarh


Sebastião Francisco, ao lado de sua esposa Osmarinda Cândido, teve seu aniversário e de casamento comemorado no acampamento durante a reunião da equipe de educação ambiental.


Observando a Praia do Grilo, em Aruanã


Chegada de brindes da Semarh em Aruanã


Camisetas, bonés, sacolinhas para lixo em automóvel


Blitz ambiental com apoio do Bombeiros Mirins de Aruanã


Leonice, da Semarh, na blitz Ambiental


O motorista da Semarh descansa na Aldeia Ariká ao lado do Karajá Valdecy que veio da Ilha do Bananal com sua família. Em pé o funcionário da Funasa


Casco de tartaruga queimado? É que essa tartaruga foi assada. A legislação não proíbe os índios de comerem tartaruga. E eles simplesmente, especialmente adoram. Inclusive as crianças. Essa foto fiz na Aldeia Buridina


A vovó Karajá Jandira e Kabymaro na Aldeia Buridina


A estudante e voluntária Raquel Pinheiro em lancha da Semarh


Hotel de Cangas está a cerca de 35 quilômetros Rio Araguaia abaixo de Aruanã. Equipe da Semarh e ICMbio foi muita bem recebida por um dos proprietários. O hotel serviu como ponto de apoio para o trabalho de cadastramento, educação ambiental com acompanhamento de cumprimento de normas de convivência pelos acampamentos e distribuição do kit da temporada 2009


Entrada para o Lago de boca franca de Cangas. Por que boca franca? Porque está ligado diretamente ao Rio Araguaia. Mas há inúmeros outros lagos que não são boca franca.


De um acampamento a outro o cadastrador vai caminhando pela areia com kits, cadastro, réguas para peixe, cartazes com as normas e informação


Mais um belo pôr-do-sol


A cada passo um novo ângulo


Mais uma ilha


Mais Rio Araguaia


Vegetação nesse local está ajudando a não ocorrer erosão, assoreamento do rio


Tive de captar esse reflexo. Atardinha em um braço do rio


Muitos ângulos


Acampamento completo: rancho, lancha, estrutura de sanitários, tendas para dormir e tenda dentro da água para passar o dia


Cadastramento com GPS. Luiz Alfredo confere as coordenadas e anota no cadastro. Se o acampamento não cumprir as normas de convivência fica fácil encontrar o responsável


Polícia Militar com o Batalhão Ambiental


Só alegria


Equipe da Semarh, estudantes universitários voluntários, canoa do Ibama e piloto do Batalhão Ambiental: parceria que ocorreu em 2009 para o trabalho de educação ambiental no Rio Araguaia


Ducha nas praias


Praia limpa. Há acampamentos modelos que seguem a risca todas as normas de convivência. E não só porque as normas foram criadas com embasamento legal. Mas porque o acampamento quer ser exemplo


Mais uma família chegando ao acampamento


Pelas ruas de Aruanã com as camisetas da Semarh


Caiaques, canoas canadenses. O grupo desceu o Rio Araguaia a partir da Ponte de Itacaiu. São mais de 30 quilômetros rio abaixo. As canoas e os caiaques foram recolhidos em Aruanã


Chegada da caminhada ecológica. A cidade de Aruanã ficou lotada. Um dos integrantes é índio Karajá


Paradinha em frente ao porto para correr para as águas do Rio Araguaia


Blitz Ambiental com Semarh, Polícia Militar, ICMbio e Bombeiros Mirins


Kit para a temporada: "Desejamos boa temporada de praia com preservação do meio ambiente"


Aldeia Ariká


Superintendente de Administração e Finanças da Semarh Adriane Antunes ao lado do estande da Semarh


Adriane Antunes com crianças em frente ao estande da Semarh em Aruanã


Foto a partir da praça de Aruanã em frente ao Rio Araguaia à noite. Durante a noite toda barcos e lanchas sobem e descem o rio a partir dos portos de Aruanã durante o periodo da Temporada de Praia


O pôr-do-sol. O refelexo da lua. Belos momentos do Rio Araguaia


Reunião em acampamento para refletir as normas de convivência com o rio, ouvir sugestões, repassar informações. É o trabalho de educação ambiental na Temporada de Praia do Rio Araguaia 2009.
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário