01/07/2009

PRÉ-TEMPORADA DE PRAIA RIO ARAGUAIA - 37 FOTOS
.
Educação Ambiental

em Luís Alves


Por-do-sol no Rio Araguaia de Luís Alves

O sol no espelho das águas amarelo-ouro.
.
Gaivotas sobrevoam rio em busca de comida. Fazem isso o dia todo mas principalmente pela manhã e no por do sol. Ao encontrarem, fazem vôo rasante e capturam o alimento nas águas.

O rio que passa por Goiás e Mato Grosso corre para a direita e para as terras do Tocantins e Pará.

Pescadores e turistas voltam para a cidade após um dia desbravando as águas do rio

Maior profundidade do rio permite maiores embarcações em Luís Alves do que em outras partes do rio na direção da nascente. Barcos com mais conforto para turistas


Para chegar as praias do lado do Mato Grosso existem centenas de canoas. O passeio pode custar R$ 10 reais só para ir a praia mais próxima ou muito mais se for mais distante.

Bem no meio do rio pude apreciar essa belíssima imagem do por-do-sol. Impossível quantificar o valor de poder admirar a natureza in loco. O reflexo da cor dourada do sol na lente da câmera foi parar na camiseta.

Partimos para Luís Alves depois de uma belíssima noite em Bandeirantes, que também fica às margens do Rio Araguaia. O céu estava bem limpo e durante a noite observamos a imensa quantidade estrelas da Via-Lactea. Os planetas Marte, Júpiter e Saturno estavam radiantes no céu. Mas ao amanhecer fomos brindados com a lua e Vênus e bem ao centro, Mercúrio. A foto não conseguiu captar Mercúrio mas ele estava lá. Uma das belezas do Rio Araguaia é a noite. Sem as luzes da cidade o céu é muito mais expressivo. Dá para imaginar melhor que a Via-Láctea realmente tem seus 200 bilhões de estrelas como frisam os astrônomos. Como somos pequenos diante de tamanha beleza e imensidão... na terra, na água e no céu.

Alvorada na estrada de Bandeirantes para Luís Alves. A neblina, um friozinho e o dourado do sol ocupando o espaço e encobrindo as estrelas. Os planetas demoraram mais a desaparecer até que o sol mostrou superioridade em luz. O dia nasceu e continuamos nossa viagem.

Da madrugada para o dia.

Foto capta momento. E cada momento é único. As marcas de pneus na estrada. A paisagem refletida no vidro.


Chegando a Luís Alves. Avenida principal onde acontece tudo. Comércio, bares, portos, hoteis...

Barcos atracados aguardando a hora de partir pelas águas do Rio Araguaia

Praia mais próxima de Luís Alves em junho. Para chegar lá é preciso atravessar o rio. Imagina em julho...

Na canoa é Estado de Goiás. Do outro lado é Estado de Mato Grosso.

O pescador abre o peixe e o jaburu espera seu pedaço com as sobras.

Jaburu ou tuiuiu na praia de Luís Alves. Admirar sem ameaçar. Fotografar sem atirar. Ao lado várias pessoas já ocupavam a praia enquanto o casal de jaburu andava tranquilamente na areia. É isso que se espera. Os animais tem o direito de ter seu espaço na natureza. Eles já ocupavam essa região muito antes de cidades, ocupações humanas. No mínimo merecem nosso respeito.

O vôo da gaivota sob as águas do Rio Araguaia.

Seguindo para o Rio Araguaia
.
Avenida principal de Luís Alves

Centenas de canoas em frente Luís Alves. Ao fundo entrada para o lago.



Camaleão fez pose e depois subiu em uma árvore



Praia vista de Luís Alves

Espelho d'água

Tuiuius na praia de Luís Alves com o início da montagem dos acampamentos, banheiro e rede de voley. Sem ameaça a essas aves.
.
Apresentação das normas de convivência com o Rio Araguaia em escola de Luís Alves para alunos.
.
Reunião com representantes. O superintendente da prefeitura de Luís Alves, Telmo Francisco Marques; o presidente da Associação de Moradores (Admopra) Romes Luiz de Oliveira, o empresário do Hotel Brisa Otacir; e o biólogo da EMSA Marcello Borges. Conversa com equipe de educação ambiental da Semarh: Wagner Oliveira, Yuara Crescencio, Marly Ferrari, Odália Machado e do RAN: Luís Alfredo.
.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário