08/09/2010

Temporada de Praia do Rio Araguaia 2010 em Baliza, Aragarças, Aruanã, Bandeirantes e Luiz Alves.

Trabalho de educação ambiental da Semarh de Goiás. Na foto pintura com temática ambiental para crianças às margens do Rio Araguaia.

Belas praias de Luiz Alves surgiram com as águas do Rio Araguaia abaixando no período de estiagem de chuvas.

Equipe da Semarh em dinâmicas nas praias de Luiz Alves.

Rio Araguaia visto no por do sol de Praça de Aruanã.

Equipes chegam a Praia do Cavalo, em Aruanã, para trabalho de educação Ambiental.

Vôos panorâmicos sobre o Rio Araguaia em Aruanã.

Um momento para foto com toda a equipe após o trabalho de educação ambiental no acampamento.

Por do sol em Aruanã.

Equipe chega a mais um acampamento.

Gaivotas no céu amarelo e alaranjado.

Na lancha sacos para separação de lixo reciclável: orgânico e inorgânico, réguas para peixe, camisetas, bonés e normas para conviência com o Rio Araguaia.

Equipe circense reforçou o trabalho nas cidades e praias de Aragarças, Aruanã, Bandeirantes e Luiz Alves.

Equipes circense e educação ambiental da Semarh partindo para trabalho em outra praia.

Sol e água fresca.

Equipe de fiscalização encontra equipe de educação ambiental.

Duas equipes de educação ambiental em trabalho conjunto.

Partindo para mais uma missão no dia. Vai formando marola.

Chegando a mais um acampamento com os kits da temporada de praia e cadastros.

Gaivotas no por do sol.

Trabalho de sensibilização ambiental também com ribeirinhos em Aragarças.

Artistas circenses chegam a Aruanã no dia da caminhada ecológica.

Diversão na areia e nas águas do Rio Araguaia.

Blitz Ambiental realizada na cidade de Aragarças, em Goiás, bem próximo da ponte sobre o Rio Araguaia e que liga Goiás a Barra do Garças, no Mato Grosso.

Análise da água do Rio Araguaia realizada durante toda a Temporada de Praia por equipes da Semarh em Aragarças, Aruanã, Bandeirantes e Luiz Alves.

Equipes de educação ambiental e artistas circenses em Aragarças.

Blitz ambiental em Aruanã.

Olha a água subindo com os vôos da lancha.

Equipe de educação ambiental com bombeiros mirins em Aruanã. Trabalho com distribuição de brindes.

Cadastramento de acampamento na praia do Rio Araguaia.

Fixação de cartazes da Temporada de Praia em Aragarças.

Visita ao Centro de Atendimento ao Turista em Aruanã - CAT.

Detalhe da cobertura de acampamento com palhas.

Cadastramento e orientação em acampamentos.
Enquanto isso turistas se divertindo.

Dinâmicas de educação ambiental com perguntas e brindes.

Equipe de fiscalização da Semarh percorrendo o rio e passando por Luiz Alves, Bandeirantes, Aruanã, Aragarças e Baliza.

Equipes da Marinha também conferiram documentação de embarcações e dos condutores. Usaram até bafômetros.

Banners com normas de convivência com o Rio Araguaia foram fixados em Aragarças, Aruanã, Bandeirantes e Luiz Alves.

Mais uma praia, mais acampamentos a serem cadastrados e brindes a serem distribuídos.

Acampamento da Asbeg com os coletores de recicláveis. Tudo separado e praia limpa. Exemplo de acampamento.

Desbravando as águas.

Flagrante: Uma latinha muito antiga enterrada na areia. Mostra do tempo que as latinhas levam para se decompor no meio ambiente e enquanto isso ficam como lixo.

A latinha de guaraná de flandres estava cheia de areia. Por isso não flutuava no rio por certo há anos. Com a temporada de praia as águas baixaram e pude encontrá-la na areia. Pouco enferrujada mesmo sempre dentro da água. Agora há quantos anos? Com certeza por mais de 30 anos. Alguém tomou, caiu no rio e ficou lá por todo esse tempo como lixo. Lixo que não se decompôs.

Equipamentos da lancha da Semarh: GPS e sonar. Nesse local estav bem raso: 1,7 metro.

Iluminação solar. Cada um desses tem sua própria captação de luz solar. Não precisa de fio. E durante toda a noite fica ligado iluminando a praia para um belo luau.

Nesse acampamento havia mais de 20 desses.

Interessante a água subindo com lancha em movimento.

Equipe chegando a um dos portos de Aruanã para o trabalho do dia.

Pescadores. Almoço garantido e farra certa. rsrs

Placas foram fixadas nos municípios e apresentavam o resultado da análise da água. Técnicos da Semarh analisavam a água dia a dia. Neste dia 19-07-2010 estava BOA.

Equipe de educação ambiental e artistas circenses reunidos em um porto de Aruanã. Prontos para o trabalho do dia.

Mata ciliar que protege o rio. Em locais sem mata o assoreamento é maior. O rio fica mais largo e mais raso.

Dinâmicas com perguntas sobre as formas de preservação do Rio Araguaia.

Cortando mais água para chegar em outro acampamento.

Cartaz da temporada fixado em Luiz Alves.

O chefe do acampamento recebe a equipe de educadores ambientais.

Encontro das águas dos rios Vermelho e Araguaia. Do lado esquerdo o Rio Vermelho que vem da Cidade de Goiás. Do lado direito o Rio Araguaia chegando a Aruanã vindo de Aragarças.

Equipe reunida na tenda durante a blitz ambiental em Aruanã. Distribuição de kits com garrafinhas para água, camisetas, bonés, réguas para medir tamanho de peixes e normas de convivência com o Rio Araguaia.

O gerente de educação ambiental da Semarh André Luiz distribui kits para atletas da caminhada ecológica em Aruanã.

Dentro dessa bola as crianças brincam por cima das águas do rio.

Vôos panorâmicos pelas praias de Aruanã.

Sempre de colete salva-vidas, camisa de manga comprida para evitar o sol forte, calça de tectel para molhar e enxugar fácil, bolsa com garrafinha com água, máquina fotográfica e um bom boné para evitar sol em excesso... Pronto para visitar mais um acampamento.

Disco, banana boot, várias opções para quem quer se divertir no Araguaia.

Flagrante: a gaivota com os raios do sol.

Praias de Luiz Alves no final da temporada.

Equipe de educação ambiental em Aragarças.

Sobrevoando praias de Aruanã com paramotor: espécie de paraquedas com hélice nas costas do condutor que permite decolar e pousar.

Equipe da Semarh em Aragarças com equipe da Prefeitura no plantio de árvores.

Jaburu.
Ao lado de alguns dos fiscais da Semarh.

Mulheres também pescam.

Parte da apreensão da equipe de fiscalização que partiu de Baliza rumo a Aruanã.

Outro Jaburu ou tuiuiu. Tem gente que fala que há diferença entre jaburu e tuiuiu. Acho que não. Ave símbolo do Pantanal do Mato Grosso. Adora ficar perto de um acampamento esperando umas sobrinhas de peixes.

Secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos Roberto Gonçalves Freire (lado direito da muda) em plantio de árvores em Aragarças.

Flagrante: a gaivota voa para pegar parte de peixes. O pescador não montou jiral dentro da água com madeira nativa. Mas improvisou com uma mesa. Essa prática é proibida porque a mesa pode ser utilizada para lavar vasilhas e os restos de detergentes vão cair na água. Restos também de gordura, óleos, vão para o rio. No final a água vai perdendo qualidade como mostram análises da água feitas pelos laboratórios da Semarh de Goiás. Pior ainda, abaixo crianças e adultos tomando banho na mesma água.

Grande banner do acampamento da Asbeg mostra tamanhos de peixes permitidos para captura.

Dinâmicas nas praias de Luiz Alves.

Um autoclique em momento ímpar ao por do sol em Aruanã na Temporada de Praia 2010.
.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário