20/11/2011

Fé no meio ambiente

Alto da Serra do Engenho Velho vista do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia (imagem captada a cerca de 3 quilômetros) em Muquém, município de Niquelândia. Desenvolvemos trabalho de educação ambiental durante a romaria que acontece todos os anos no mês de agosto
.
Procissão realizada todas as manhãs durante a romaria de Nossa Senhora D'Abadia do Muquém
. Santuário de Nossa Senhora D'Abadia de Muquém logo após procissão por antes das 6 horas da manhã
. Procissão levando a imagem de Nossa Senhora D'Abadia de Niquelândia ao Muquém - distância de 45 quilômetros
. Entrada do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia de Muquém
. Distribuição de sacos de lixo e orientações sobre meio ambiente na entrada do santuário
.Trabalho de educação ambiental durante a romaria
. Imagem de Nossa Senhora D'Abadia de Muquém
.
Procissão com centenas de pessoas caminhando os 45 quilômetros durante toda a noite. Alguns fazem o trajeto também durante o dia ou percorrem 60, 70 ou 100 quilômetros durante vários dias
. Procissões começam as 5:30 da manhã e ao amanhecer os fieis chegam a igreja para a primeira missa
. Em acampamento durante a romaria é muito importante cuidar da higiêne. Crianças participaram de oficinas de desenho e pintura durante a romaria como fez Gabrielly de 10 anos de Niquelândia
. Imagens de anjos na entrada esquerda do santuário
. Cachoeira do Rio São Bento é um dos atrativos do Muquém para toda a família
. Cavaleiros de Brazlândia chegam ao Muquém com imagem de Nossa Senhora da Abadia
.Bárbara Myllena e sua pintura: "Vamos construir esse mundo"
.
Passeio no pônei pelo Muquém
. Oficina de educação ambiental com pintura e desenho na Cachoeira do Rio São Bento
. Por-do-sol visto dentro do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia. Ao fundo Serras em volta do Muquém
.Cavaleiros de Brazlândia, Distrito Federal, chegando ao Muquém. À frente o alfere Elton Tavares de Oliveira com a bandeira e ao lado a imagem de Nossa Senhora D'Abadia. "Sede em meu favor, Virgem soberana, livrai-me do inimigo com vosso valor", diz frase na camiseta azul de cada cavaleiro
.
Coleta de lixo realizada pela prefeitura de Niquelândia
. Homem subindo Serra do Engenho Velho. Imagem captada a cerca de cinco quilômetros com lente de 800 milímetros
. Promessa cumprida. O homem teve o pé cortado por serra, fez promessa e veio cumprir ao conseguir a graça
. Imagem do Cristo e cruzeiros em outro lado da Serra acessado pela trilha dos escravos. Imagem captada apartir do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia com lente de 800 milímetros - distância de cerca de três quilômetros
. Maria Elizabete de Padre Bernardo fez seu desenho e pintou: cuidando do verde
. Por-do-sol atrás do cruzeiro na entrada do Santuário
. Maria Elisabete de Padre Bernardo mostra sua pintura: meio ambiente em equilíbrio
. Muitos acampamentos são montados em meio a vegetação que existe próxima ao santuário. Mas há fornecimento de água pela Saneago e energia pontos de energia elétrica para acampamentos autorizados
. Yuara Crescencio montando o varal com os trabalhos dos alunos que participaram da oficina de desenho e pintura sobre meio ambiente em Muquém
. Yuara Crescencio acompanhando o trabalho dos alunos
. Sandro de Niquelândia só caprichando
. Na Cachoeira do Rio São Bento, Fernando Henrique e a professora Cleonice Aparecida dos Santos de Campinorte
. Vitor Hugo de Água Fria - dedicado
. Yuara Crescencio conferindo se cada trabalho tinha o nome do autor ou autora
. Cada pintura mais bonita
. Ronald de Edilândia desenhou e pintou a fachada do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Dinâmica do pato porque ninguém é de ferro. Reflexão com brincadeira
. Como é bom ficar admirando os trabalhos depois expostos...
. Palestra de educação ambiental e meio ambiente. Quem quer participar?
. Por que é importante preservarmos o meio ambiente de Muquém? Os rios, as árvores, os animais, aves...
. Pôr-do-sol na Serra do Engenho Velho que contorna o Muquém
. Logo após a entrada do Muquém já é possível avistar a Serra do Engenho Velho e ao fundo à esquerda a trilha que fieis percorrem pagando promessas. Sobem no mais alto da serra em locais que até precisam ser escalados
. Palhaço Petequinha, equipe do Ibama (coordenada por Robson, de branco) e equipe de educação ambiental da Semarh
. Romeiros chegando em cavalos e já bem próximo do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Durante a romaria, queimada na Serra do Engenho Velho durante dia e noite: teve um autor, com certeza já que não havia causas naturais como raios. O que se pretende o autor de queimadas? Destroi a vida, ninhos de aves, sementes, um ambiente em equilíbrio
. Estudante Valéria (sentada) e outros voluntários ajudam na distribuição de sacos de lixo e na sensibilização dos romeiros e acampantes da Romaria do Muquém
. Enquanto a Romaria do Muquém ocorre a Serra do Engenho Velho vai sendo consumida pelo fogo. O mês é realmente muito seco mas nem por isso havia motivo para fogo. Com a grande queimada se espalhando, a altura da serra que bloqueia o vento, o Muquém fica muito quente. São vários dias de altas temperaturas
. De joelhos bem abaixo da imagem de Nossa Senhora D'Abadia
. Enquanto a romaria acontece ao fundo a Serra do Engenho Velho vai queimando. Lamentável
. Detalhe do fogo captado com lente de aproximação: cerca de três quilômetros é possível ver o fogo consumindo a vegetação rasteira e colocando em fuga os urubus. Animais lentos, ninhos, insetos são eliminados em poucos minutos com o avanço do fogo
. A romaria que acontece há dezenas de anos vai mantendo a tradição com romeiros chegando com cavalos transportando bagagem para a família passar alguns dias no local
. Cena lamentável captada a partir da área comercial do Muquém
. O fogo durante a noite enquanto na área comercial do Muquém pessoas procuram uma farmácia onde há ligação para celular com antena rural cobrada por minuto. Celular normalmente não pega no Muquém e só há um orelhão que nem sempre funciona mas sempre está com uma imensa fila
. Bombeiros combatendo queimada às margens da estrada que dá acesso a cachoeiras. Em muitas queimadas é preciso monitorar e utilizar até o contra-fogo: fogo na direção do fogo para tentar combater as chamas. Muito trabalho e muito risco para combater o fogo provocado muitas vezes por quem não demonstra a devida responsabilidade
. Fogo subindo a Serra do Engenho Velho. Fogo serra acima sem água serra abaixo... Durante a Romaria o tempo é muito seco e sem chuvas
. Integrante do grupo do Palhaço Petequinha
. Interior do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia antes das 6 horas da manhã quando chegou a procissão do dia
. Vista do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Muitas famílias também participam da Romaria, inclusive levando suas crianças, em busca de auxílio ou doações
. Pagamento de promessas com fiel subindo pelas escadas da igreja
. As crianças conferindo os trabalhos das oficinas de educação ambiental na Tenda do Ibama. Todo dia uma olhadinha: muito bom para a reflexão
. Integrante do grupo do Palhaço Petequinha
. Mastro com imagem de Nossa Senhora D'Abadia logo após a entrada principal do Muquém
. Velas no Cruzeiro em frente ao santuário
. Romeiros subindo a Serra do Engenho Velho. Imagem captada a cerca de 3 quilômetros
. Pela foto dá para ver a altura da Serra do Engenho Velho onde muitos romeiros sobem para cumprir suas promessas
. Imagem de Nossa Senhora D'Abadia dentro da igreja onde fieis beijam a fita
. Contraste da luz do pôr-do-sol com a fumaça da queimada
. Vista da região do Muquém a partir da Serra do Engenho Velho. A área comercial e depois o telhado do Santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Procissão que ocorre todos os dias a partir das 5:30 da manhã pelas ruas onde são instalados acampamentos de romeiros
. Para subir a Serra do Engenho Velho em muitos trechos é preciso escalar. Mas a corda foi colocada pela primeira vez em 2011. Antes nem corda tinha e os romeiros subiam assim mesmo correndo mais risco
. No meio do caminho que tinha várias pedras, ou melhor, no meio da trilha dá para avistar a área comercial do Muquém e depois o telhado do santuário. Mas para cima ainda tem muita trilha para ser percorrida ou escalada. Vamos seguindo...
. A fé estampada em cada rosto. Maioria de adultos e também idosos que acordam cedo para acompanhar a procissão e assistir logo após a missa
. Subindo mais um pouco dá para ter uma vista privilegiada e olhar para trás e ver mais gente subindo
. Choca ver o contraste da beleza do pôr-do-sol encobrida pela fumaça da queimada
. Um dos locais mais difíceis de escalar. E pensar que antes nem tinha corda e centenas ou milhares de pessoas subiam a cada ano pagando suas promessas
. Mais um ângulo da procissão já durante o amanhecer
. Detalhe: é preciso segurar firme para continuar subindo
. E na hora de descer segurar mais firme ainda
. Procissão em mais um final de madrugada
. Na área comercial é possível encontrar de tudo que se vende em um supermercado. Tem também drogaria, restaurantes e área para shows. Além de cumprir promessas os romeiros também podem levar para casa o que precisam
. Uma das recompensas de quem sobe a Serra do Engenho Velho percorrendo a trilha dos romeiros é ver bem distante o lago de Serra da Mesa que fica a uns 40 quilômetros do Muquém
. Mais um ângulo da procissão que saí no final da madrugada percorrendo o Muquém
. Procissão rumo ao santuário
. Nossa. Não foi fácil mas estou chegando ao topo da Serra do Engenho Velho. Lá em baixo o Muquém. Vamos ver o que tem aqui em cima que nem todos sabem ou já viram
. Procissão rumo ao santuário por volta das 6 da manhã
. A alvorada e a fé dos romeiros do Muquém. Gente que saí de vários municípios de Goiás e todos os anos monta acampamento para cumprir suas promessas a Nossa Senhora D'Abadia
. Administração do Santuário e Rádio
.
Vista da igreja lotada
. Detalhe da romeira com o terço ou rosário nas mãos acompanhando a procissão
. Romeiros dentro da igreja tocando na imagem de Nossa Senhora D'Abadia
. Subindo a rampa para beijar a fita que desce da imagem da santa
. Imagem de Nossa Senhora D'Abadia que é conduzida na procissão durante a madrugada
. Palhaço Petequinha coloca crianças para procurar objeto com a boca dentro de bacia cheia de farinha de trigo. Advinha no que vai dar...
. Procissão da manhã chegando ao santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Trabalho de educação ambiental realizado também com as crianças na praça em frente ao Santuário de Nossa Senhora D'Abadia
. Pintura de Bárbara
. E as crianças participando da brincadeira do coração quente e respondendo pergunta sobre meio ambiente e como melhorar o Muquém
. Yasmim de 10 anos, de Pirenópolis, desenhou e pintou a arara-azul e o bicho preguiça com o texto: "No cerrado existem vários bichos silvestres como a arara-azul, o bicho preguiça e vários outros. Os rios também são muito bonitos e apreciados por muita gente. É o caso também do Muquém que tem vários rios lindos."
. Detalhe dos pés de uma romeira que chegou ao santuário com os pés enfaixado depois de percorrer muitos quilômetros a pé cumprindo sua promessa. Só de Niquelândia ao Muquém são 45 quilômetros e muitos romeiros fazem percurso ainda maior
. Chegada da Imagem de Nossa Senhora D'Abaida que saiu de Niquelândia no final da tarde e só vai chegar ao Muquém no outro dia de madrugada. Romeiros passam a noite na procissão de cerca de 45 quilômetros
. Detalhe da Serra do Engenho Velho em local que não foi atingido pelo fogo. Na época muitas árvores com flores que antecedem o período de sementes e muitas outras já dispersando suas sementes. Se ocorre uma queimada nesse momento toda a produção de sementes do ano é eliminada impedindo a germinação de novas plantas. O cerrado se recupera com as plantas já existentes que conseguem rebrotar. Mas a perda sempre é considerável e bem poderia ser evitada com a conscientização das pessoas
. Missa no Santuário de Nossa Senhora D'Abadia às 6 horas da manhã e logo após a procissão
. A imagem de Nossa Senhora D'Abadia chegando ao Muquém depois de percorrer 45 quilômetros entre a cidade de Niquelândia e o Muquém. Todos muito cansados mais com muita fé
. Primeiro santuário de Nossa Senhora D'Abadia. A foto é reprodução de foto exposta no interior do santuário
. A cada dia mais uma procissão
. A fé nas mãos
. Equipe da Seduc de Goiás também fez palestra e oficinas durante o Muquém
. Nárya Cristina Almeida, de Niquelândia, 11 anos: "No cerrado há arara, bicho preguiça, tamanduá, ema e até o pica-pau"
. Procissão durante a noite toda entre a cidade de Niquelândia e o Muquém
. Reflexão sobre os cuidados com o meio ambiente durante a Romaria do Muquém
. Olha a turminha mostrando seus trabalhos na oficina de desenho e pintura da Semarh na tenda do Ibama
. A tia Yuara e o tio Wagner mostrando todo o potencial do Cerrado e por que preservá-lo
. Vídeos sobre meio ambiente também exibidos para as crianças durante a Romaria do Muquém
. E nada melhor do que depois ficar um tempão admirando os trabalhos que fez ou os trabalhos dos colegas. E assim vão refletindo sobre a reação situação do Muquém durante a romaria. Muita árvore na região mas também fogo e lixo que precisa ser reciclado. O que fazer?
. Equipe da TV Câmara dos Deputados de Brasília acompanhou o trabalho de educação ambiental da Semarh
. Por todos os lados no Muquém se vê morros, serras e o cerrado resistindo aos meses mais secos do ano
. Enquanto isso os trabalhos dos alunos nas oficinas de desenho e pintura vão sendo exibidos nos varais. Muitos feitos com extremo capricho
. Davi Lima preferiu fazer um texto: O ar
. Olha a turminha mostrando com satisfação o trabalho na oficina de meio ambiente
. Luz da lanterna na descida da trilha. Já estava escuro porque o melhor horário para subir a serra é durante a tarde e se demorar lá em cima tem de descer no escuro. Mas foi preciso para fazer os registros em fotos e vídeos
. Depois de Muquém o trabalho de educação ambiental da Semarh foi realizado na comunidade Calunga de Vão de Almas, município de Cavalcante. Mas essa já é uma outra história para breve, se Deus quiser
. O cerrado do município de Niquelândia, no Muquém, em cima da Serra do Engenho Velho chamou muito minha atenção. Belo, rústico, original. A imagem foi captada com lente de 800 milímetros para mostrar de perto o que os romeiros do Muquém vêem de longe. . . .

Nenhum comentário:

Postar um comentário