04/12/2011

CONFERÊNCIA REGIONAL DE MEIO AMBIENTE EM PORANGATU

Desenvolver com
a lógica ambiental

.
Geane Cristine Silva, de Niquelândia, participa da plenária e vota nas propostas da Conferência Regional de Meio Ambiente em Porangatu que serão apresentadas na Conferência Estadual, em Goiânia. Evento foi realizado na sexta-feira, 2 de dezembro, reunindo vários municípios da região Norte de Goiás
.
Decoração de Natal na Avenida Adelino Azevedo. Porangatu significa em tupi-guarani Bela Paisagem: Poran é bela, enquanto Gatu representa paisagem. Município está localizado a 400 quilômetros de Goiânia, no extremo norte do Estado de Goiás
.
Plenária votando a tarde as propostas apresentadas em Porangatu
.
Ana Carolina de Estrela do Norte e Nicolle Pereira de Uruaçu
.
Vista noturna da Lagoa. A cidade de Porangatu foi formada a partir do Ciclo do Ouro e Guerra do Paraguai
.
Superintendente Executiva da Semarh Jacqueline Vieira: “O objetivo das conferências é de fortalecer as políticas ambientais do nosso Estado. O governador Marconi Perillo aprovou e assumiu todas as despesas com essas conferências e o secretário Estadual do Meio Ambiente, deputado federal Leonardo Vilela, também tem apoiado todas as nossas ações, tem trabalhado com muito pulso para realmente termos políticas públicas de meio ambiente em todo o nosso Estado”
.
Vista noturna de cascata acima da lagoa
.
Jacqueline Vieira: “Dessa conferência vão sair delegados para estarem discutindo na Conferência Estadual do Meio Ambiente, em 2012, em Goiânia, o Documento de Goiás. O Cerrado não pode mais ser tratado como um bioma de segunda categoria porque nós participamos e muito, até como produtores de grãos e como potência ambiental, do nosso país”
.
.
Igreja Matriz de Nossa Senhora da Piedade em noite de lua
.
Abertura do evento
.
Ponte na lagoa
.
Jacqueline Vieira: “Hoje, o mundo todo está com os olhos voltados para nosso país, para nosso Estado, para produzirmos grãos para eles. Podemos produzir legalmente preservando nosso cerrado e com outra lógica que não seja a do capital. Que seja a lógica ambiental. Na lógica ambiental podemos até aumentar nossas negociações. Se temos água limpa, um bom ar, preservação da nossa vegetação nativa é com essa lógica que vamos negociar. Com a lógica ambiental, não é com a lógica do capital"
. Decoração de Natal na Avenida Adelino Azevedo
. Secretário Municipal de Meio Ambiente, Jacqueline Vieira e a presidente da Câmara de Vereadores Maria Dirce
. Kelen Regina trabalha na Saborella em Porangatu
.Momento das inscrições da Conferência Regional em Porangatu
. Lagoa durante o dia em Porangatu
. Equipe da Semarh em Porangatu
. Veredas observadas ao lado da Belém-Brasília em viagem de Goiânia a Porangatu. Ao fundo plantações de cana de etanol
. Jacqueline Vieira concede entrevista ao canal Futura/TV Serra Azul
. Avenida Adelino Azevedo em Porangatu
. Momento do Hino Nacional na Conferência Regional de Porangatu
.
Equipe de Mara Rosa, Presente! Inclusive o Eduardo (verde escuro) que pediu para saírem juntos na foto. Ao lado o Eliezer, o Antenor e o José Maury
. Centro comercial de Porangatu
. Escolha de delegados
. Início da noite e a Igreja Matriz Nossa Senhora da Piedade
. Escolha de delegados que vão representar os municípios na Conferência Estadual em Goiânia
. Palestra de Hugo Leonardo da Semarh
. Participação da plenária na aprovação de propostas elaboradas pelos grupos que discutiram os subtemas
.O agricultor prepara a terra e espera a chuva. Se ela não cair na hora certa pode comprometer a colheita. A vegetação nativa e as plantações dependem da chuva. E a vegetação nativa tem papel importantíssimo no armazenamento da água no solo até que venha um novo período de chuvas. Uma depende da outra. É melhor manter esse equilíbrio milenar ou colher as consequências das transformações no clima. E uma árvore só não faz o papel de uma floresta toda


Rogério Pacheco e Nicolle Pereira, de Uruaçu, recolhem assinaturas com abaixo-assinado para a PEC 115 do Cerrado
. Detalhe de camiseta de um conferencista do município de Mara Rosa
.
Chuva nas estradas e principalmente na Belém-Brasília na ida e na volta a Poragantu
. Momento da Execução do Hino Nacional
. Plantação de cana de etanol, árvores esparças no cerrado e a chuva de dezembro observada na viagem a Porangatu
. Elaboração de propostas no Subtema Resídos Sólidos
. Aranha no parque infantil de diversões ao lado da lagoa. Quem pensou em matar ela? Nonono. Foi embora tranquila depois da foto, é claro
.
Coordenando o subtema Agroextrativismo em Porangatu que elaborou propostas que vão ser apresentadas na Conferência Estadual em Goiânia
. Decoração de Natal de Porangatu: Grande expectativa no município que recebe a Ferrovia Norte-Sul
..
Subtema Bacias Hidrográficas elaborando propostas
.
Tartarugas na lagoa, em Porangatu, à noite. Detalhe: gordura na água é também de pipocas. São centenas ou milhares desses répteis que pude observar. Algumas enormes
. Delegados da Conferência de Porangatu

Porca com filhotes. Trabalho artístico em fibra de vidro em praça próxima da lagoa em Porangatu

Subtema Pagamento Por Serviços Ambientais

Praça com animais em fibra de vidro em Porangatu

Conferencistas em Porangatu

Bezerro em fibra de vidro

Momento das inscrições em Porangatu
.
Depois da Conferência de Porangatu vem aí a Conferência Regional de Meio Ambiente de Iporá. Veja em breve.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário